sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Notícias

In:

Glenda Kozlowski se desculpa por questionar acusações de racismo contra Piquet

Durante o Show do Esporte, da Band, deste domingo, 3, Glenda Kozlowski comentou as declarações do ex-piloto brasileiro Nelson Piquet sobre o inglês Lewis Hamilton. A apresentadora questionou qual seria a real intenção de Piquet ao utilizar termos racistas em referência a Hamilton.

No último dia, 27, tornou-se pública uma entrevista que Nelson Piquet deu ao jornalista Ricardo Oliveira, em novembro de 2021, e ele utilizou mais de uma vez o termo “neguinho” – além de ter sido homofóbico ao falar do piloto britânico. A situação acabou ganhando repercussão internacional e Glenda abordou assunto durante o programa esportivo.

“Ficar olhando coisas de um ano atrás também, eu acho que trazendo à tona agora pode mudar às vezes o contexto das coisas. Quer dizer, isso não tem contexto, não dá para falar sobre isso, né? Usar termos racistas. Mas será que o contexto era esse também? Eu acho que de um ano para cá as pessoas mudam, de um ano para cá muita coisa muda”, afirmou.

A fala repercutiu na internet e o público logo começou a pedir uma retratação. No Twitter, a apresentadora falou sobre o assunto e se desculpou por suas falas. “Peço desculpas a todos pelas minhas palavras. Fui muito mal na escolha de cada uma delas. Toda minha indignação por mim mesma. Um beijo a todos”, escreveu no primeiro tuíte.

Assim que falou do assunto na rede social, um internauta pediu para que ela fizesse a retratação ao vivo no Show do Esporte: “Não me decepciona Glenda! Gosto muito de você! Se retrata ao vivo na TV”.

“Vou fazer. Mas só posso quando terminar a corrida. E o farei, assim que entrar no ar. Será a primeira atitude a fazer. Não pode ser diferente. Novamente, peço desculpas”, respondeu Glenda.

Assim que entrou ao vivo, a apresentadora cumpriu o que falou e pediu desculpas: “peço sinceras desculpas pelos meus erros. Nesses 30 anos de carreira eu sempre me posicionei contra todo tipo de violência, preconceito e principalmente racismo. Aliás, eu sou antirracista. Já me retratei nas redes sociais, agradeço a todos pelas mensagens recebidas. E hoje, por aquelas palavras que usei, eu mereço uma nota zero. E mais uma vez, eu peço perdão”.

Autor: Beatriz França, especial para o Estadão
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *