sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Notícias

In:

Segunda edição do Castra Pet é realizada em Penedo

Por Fernando Vinícius

Castração gratuita de cães e gatos para famílias de baixa renda. Foto – Deywisson Duarte

Decom PMP

 

A segunda edição do programa de castração gratuita de cães e gatos em Penedo (Castra Pet) está sendo realizado nesta sexta-feira, 21.

O serviço promovido pela Prefeitura de Penedo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMS), é direcionado para famílias de baixa renda e realizado em parceria com o curso de Medicina Veterinária do CESMAC e clínica especializada.

A unidade móvel para a realização dos procedimentos cirúrgicos está ao lado da Praça Clementino do Monte, onde o atendimento de 50 animais por edição ocorre seguindo agendamento para ordenar a realização dos últimos exames e da castração.

Com a cadela Anita nos braços, Gislene dos Santos passava tranquilidade para o animal de estimação avaliado por uma das concluintes em Veterinária que compõem a equipe orientada por Raíssa Salgueiro, coordenadora do curso da instituição de ensino parceira do Castra Pet.

“Anita só tem 3 anos e já deu duas crias, cada uma com três filhotes que vendemos. Como eu percebi que ela fica muito debilitada na gestação, depois de parir e durante a amamentação, decidi pela castração”, explica Gislene.

Nilza da Silva também precisa impedir que um dos cachorros que cria continue em condições de reprodução, mas como não fez o cadastro prévio divulgado pela Prefeitura de Penedo, terá que aguardar a edição do Castra Pet em fevereiro.

Ela conta que tem um casal de cães, Branquinho e Lupita, e precisa castrar o pet macho, assistência gratuita criada no governo Ronaldo Lopes que está disponível para famílias de baixa renda, sendo para um animal doméstico (cão ou gato) por grupo familiar.

A Diretora de Vigilância Epidemiológica e Promoção à Saúde da SEMS, Jamila Peixoto, informa que o perfil do público-alvo é avaliado por assistente social no ato do cadastro dos interessados.

“Após essa etapa, nossa equipe visita a casa da pessoa para avaliar a condição clínica do animal, inclusive com a realização de teste rápido para calazar. Os casos positivos são excluídos do Castra Pet e nós informamos ao LACEN”, diz Jamila sobre o trabalho que identificou, entre os 50 cadastrados na 1ª edição do Castra Pet, quatro cães com calazar.

Os pets em condições de receber o procedimento de castração precisam estar em jejum, de água e de comida, até oito horas antes da cirurgia. Além disso, é administrada medição pré e pós-operatória, com orientação ao dono do animal doméstico sobre a necessidade de proteger o local dos pontos.

Fotos – Deywisson Duarte

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *