domingo, 28 de novembro de 2021

Notícias

In:

Jean-Paul Sartre

Por Laurentino Veiga

Walter Matias Lima é doutor pela UNICAMP. Professor adjunto do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, da Universidade Federal de Alagoas, atua no Departamento de Filosofia, no Núcleo de Estudos e Pesquisa em Ética e Ensino de Filosofia, do Núcleo de Educação a Distância (NEAD-UFAL).Professor do Programa  de Pós-graduação em Sociologia da UFAL. Tive o privilégio nesse campo ter sido seu discípulo, auferi a nota máxima em Sociologia que amo de paixão. Fidalgo, atende às pessoas com a maestria que lhe é peculiar.

Jean-Paul Sartre – Educação e Razão Dialética, dissecou com propriedade o filósofo francês (1905-1980), livro que recebeu críticas construtivas pelos seus pares acadêmicos, e, ao mesmo tempo, de colegas internacionais da Sorbonne. Editado pela EDUFAL, 156 páginas bem escritas em português coloquial. Abordou os assuntos ventilados do conterrâneo de Victor Hugo.

Ei-los: Introdução, Crítica da Razão Dialética sobre Jean-Paul Satre, O momento de La Transcendance de L’ego, A limitação da filosofia Husserliana ao problema da liberdade e a crítica a Husserl resultante dessa limitação, O momento de L’Être et le Néant, O momento da Crítica da Razão Dialética, A teoria Sartriana da Práxis abrangendo: Desconstruindo a noção de fundamento, A racionalidade da dialética, Um projeto de antropologia, Razão e normatividade.

E continuou, sistematizando a Razão Dialética, Educação e Liberdade, Conceito sartriano de práxis, Por que Revolta? Consciência e Liberdade, A Liberdade em Situação, bem como acostou vasta Considerações Finais com Referências língua francesa que fala fluentemente.

A seu pensamento mostra que a obra em epígrafe, tem a intenção nítida de constituir uma antropologia filosófica, e, ao mesmo tempo, contribui para o estudo das organizações de sujeitos históricos que se tornaram prementes na atual organização social; como é o caso da escola, como instituição sócio-histórica que tem conquistado espaços políticos e sociais bem delimitados.

Notadamente, trata-se de uma obra acadêmica onde o autor ingressa em setores dominados por Jean-Paul Sartre. Notável filósofo que inovou no seu tempo. Transcendendo a conceitos até então ignorados. Walter Matias captou tudo isso de maneira magistral. Ademais, ultrapassou os umbrais do tempo para se tornar um doutor em educação para ensinar as atuais e às novas gerações do campus da UFAL.

 

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *