terça-feira, 30 de novembro de 2021

Notícias

In:

Santos empata com Sport fora e segue fora da zona de rebaixamento

Sem inspiração, o Santos voltou a jogar mal neste domingo. Mesmo com mudanças implementadas pelo técnico Fábio Carille ao longo dos 90 minutos, o time santista empatou sem gols com o Sport, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

O Santos chegou aos 29 pontos e subiu para o 15º lugar, graças principalmente aos tropeços dos rivais diretos. O Sport, por sua vez, segue no 18º e antepenúltimo lugar da tabela, com 27 pontos.

Apostando na mesma formação que vem mostrando evolução a cada rodada, Fábio Carille evitou maiores mudanças na equipe. A única para este jogo foi a troca de João Paulo pelo goleiro estreante Jandrei, que não comprometeu, embora estivesse há um ano sem jogar. Mas, diferentemente dos últimos jogos, a equipe santista fez uma apresentação apática nos primeiros 45 minutos.

A falta de criatividade, algo recorrente até o fim do jejum de 11 jogos sem vitória (quebrado na vitória sobre o Grêmio), voltou a vigorar. As investidas no ataque eram pontuais, geralmente a partir de erros do adversário. A maior aposta era Lucas Braga, titular desta vez. Aos 40, carimbou a trave, na melhor oportunidade santista no primeiro tempo.

Foi somente nos minutos finais que o Santos equilibrou as ações, diante de um maior volume de jogo do Sport. “Temos que produzir mais. É uma decisão. Temos que voltar mais ligados. Se a gente acelerar mais o passe na entrada da área, vamos conseguir fazer o gol. Estão dando pouco espaço ali”, analisou Camacho, na saída do gramado.

Mais confiante em campo, o time da casa manteve a maior iniciativa no começo do segundo tempo. Em lance de bola parada, aos 2 minutos, José Welison cabeceou com perigo e mandou no travessão. A jogada acendeu o alerta de Carille, que resolveu mudar as primeiras alterações, com direito a mudança de esquema tático.

Ele colocou em campo os laterais Felipe Jonatan e Madson e o atacante Diego Tardelli, aos 17 minutos. O volante Vinicius Balieiro, que vinha atuando improvisado como zagueiro, voltou ao meio-campo. No ataque, Tardelli substituiu Raniel em nova oportunidade para atuar como falso 9. O 3-4-3 virou 4-3-3, na tentativa de deixar a equipe mais ofensiva.

A mudança demorou para ser assimilada. E a nova defesa foi testada aos 24, quando Velázquez e Wagner Leonardo bateram cabeça e Mikael surgiu diante de Jandrei, após longo lançamento, e acabou desperdiçando a chance.

O esquema mudou, mas o Santos manteve o futebol pouco inspirado. Faltava armação e paciência e sobravam erros em todos os setores do time. Mais encaixado, o Sport teve mais chances de marcar o gol da vitória e desperdiçou boas oportunidades nos minutos finais. O ponto fora de casa acabou se tornando uma conquista para o time paulista.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 0 x 0 SANTOS

SPORT – Maílson; Weverthon, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Marcão Silva, José Welison, Luciano Juba (Paulinho Moccelin) e Gustavo Oliveira (Tréllez); Mikael e Everaldo (Leandro Barcia). Técnico: Gustavo Florentín.

SANTOS – Jandrei; Vinicius Balieiro, Velázquez e Wagner Leonardo (Felipe Jonatan); Marcos Guilherme (Madson), Camacho, Sánchez (Luiz Henrique), Vinicius Zanocelo; Lucas Braga, Marinho (Ângelo) e Raniel (Diego Tardelli). Técnico: Fábio Carille.

CARTÕES AMARELOS – Sánchez, Wagner Leonardo, Madson, Sander.

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 5.272 pagantes.

LOCAL – Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Autor: Felipe Rosa Mendes
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *