sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Notícias

In:

Movimento Unidos Pela Vacina está entregando mais de 1,95 milhão de itens em doações para mais de 4 mil municípios no país e deixa um legado para o sistema de saúde

Por Assessoria

União entre Grupo Mulheres do Brasil, empresas e sociedade civil já alcançou mais de R﹩ 50 milhões, usados para agilizar o processo de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Com o foco principal em viabilizar e acelerar o processo de vacinação no Brasil, o Movimento Unidos Pela Vacina, iniciativa criada pelo Grupo Mulheres do Brasil, vem mobilizando a sociedade civil na busca por parcerias desde fevereiro de 2021. Mais de 1,95 milhão de itens foram doados para os mais de 4 mil municípios brasileiros. Essas cidades estão sendo atendidas por mais 400 empresas, que distribuíram mais de R﹩ 50 milhões em equipamentos, insumos e apoio para infraestrutura para tornar viável a vacinação da população brasileira contra a Covid-19 até setembro deste ano, deixando um legado para as secretarias de Saúde de norte a sul do país em mais de 70% do total dos municípios brasileiros. Os mais de 4.500 voluntários envolvidos nessa missão, liderados pelo Grupo Mulheres do Brasil e empresários brasileiros, mostraram a importância da união da sociedade na busca por soluções conjuntas e o quanto essa força se tornou imprescindível para o enfrentamento da pandemia que atinge o Brasil e o mundo.

“O Grupo Mulheres do Brasil sentiu a necessidade de unir pessoas e entidades para serem protagonistas, somando forças e talentos no movimento Unidos Pela Vacina. Com muita coragem e amor pelo Brasil, unimos um grupo enorme de pessoas que não aceitaram ficar de braços cruzados tentando encontrar culpados e fomos atrás de soluções! E o sucesso dessa iniciativa só foi possível graças a cada um dos brasileiros que acreditou e contribuiu de alguma forma com a nossa corrente do bem em prol da imunização. Juntos, seguimos contribuindo para minimizar a dor de inúmeras famílias com o apoio ao SUS (Sistema Único de Saúde), tornando viável a vacinação da população”, afirma Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho do Magazine Luiza e do Grupo Mulheres do Brasil e líder do Unidos Pela Vacina.

O Unidos Pela Vacina segue conectando cidades a empresas e instituições que podem oferecer equipamentos, insumos e serviços. Doações por todo país ainda continuam sendo entregues, obedecendo os cronogramas estabelecidos pelas doadoras e acordados com os municípios. Dentre os principais itens doados estão câmaras frias, ultra freezers, caixas térmicas com medidores de temperatura e computadores, entre outros. Todo esse trabalho em parceria com a sociedade civil, empresas e prefeituras, tem acelerado o processo de vacinação nas regiões assistidas pelo Movimento e deixará um legado de melhorias para o SUS (Sistema Único de Saúde) em todo o país, contribuindo para futuras campanhas de vacinação – não apenas contra a Covid-19.

“A logística da vacinação contra a Covid-19 nos impôs um desafio ainda maior. A exigência do distanciamento e as medidas sanitárias de prevenção, como o uso de máscara a álcool gel, tornou esse processo mais complexo. A entrega de equipamentos específicos para tornar esse método mais ágil e seguro foi necessária para garantir a imunização sem risco de contágio da doença, inclusive nos postos de saúde”, afirma Betania Tanure, sócia fundadora da BTA Associados, membro do Conselho de Administração do Magalu e MRV, VP e cofundadora do Grupo Mulheres do Brasil e do Unidos Pela Vacina, que ressalta a efetividade dessa área como fundamental para o combate à pandemia e a agilidade no processo de vacinação. “Nos organizamos por estado, de forma a estar mais perto da ponta. Contamos, em cada estado brasileiro, com a liderança de uma integrante do Grupo Mulheres do Brasil e de um empresário ou empresária da região. Todo esse trabalho é realizado em apoio e em conjunto com os governos estaduais e locais”, ressalta a executiva. “A união de empresas e de cidadãos nos permitiu enfrentar esse desafio com muita coragem, energia e união pelo bem comum”, finaliza Betania.

Desde o início do movimento, o Unidos Pela Vacina já soma a participação de mais de 400 empresas do setor privado e diversas associações de todo o Brasil e instituições também se tornaram apoiadoras, contribuindo com as doações para os inúmeros municípios brasileiros. As doações realizadas por meio do Movimento seguem processos de compliance promovidos por escritórios de advocacia, que doaram suas expertises para que os trâmites estejam sempre em concordância com os termos da lei. Foi realizado também um trabalho de gestão (PMO) que promoveu o alinhamento entre todas as frentes de ação do movimento, contribuindo com consolidação e análise de dados.

Lideranças e atuações nos municípios

Para identificar as principais e mais urgentes necessidades e facilitar o processo de vacinação, o movimento realizou um grande levantamento com 5.569 (dos 5.570) municípios do país. A pesquisa foi feita por meio de um aplicativo, criado pelo Instituto Locomotiva, parceiro do Unidos Pela Vacina. O questionário, desenvolvido com apoio de um grupo de especialistas da área médica, foi respondido por 99,9% das cidades e ajudou a mapear os entraves e as condições de infraestrutura para a vacinação.

A organização para toda a estratégia e a logística do Movimento foi possível graças ao apoio, desde o início, das frentes estaduais e municipais para articulação de medidas urgentes junto a prefeituras, empresas e sociedade civil. “Dada a complexidade de atuação diante da pandemia de Covid-19, elegemos este formato como o mais eficaz por meio dessas frentes de liderança. Assim, foi possível debater de forma específica com cada região do país suas necessidades e tornar viável a chegada de insumos e logística por parte das empresas parceiras e da sociedade civil, para atender os municípios que solicitaram apoio. A coordenação regional, através dos líderes Alexandre Butrico, Cristina Potomati, Cristina Rizkallah, Melina Lobo Dantas, Rose Schettini e Sonia Hess foram fundamentais para garantir a excelência e profissionalismo na execução de um projeto tão grandioso e complexo”, afirma Maria Fernanda Teixeira, cofundadora do Grupo Mulheres do Brasil, membro do Conselho de Administração de várias empresas e líder da frente de prefeituras no Unidos Pela Vacina.

Efetividade do movimento nas cidades-piloto

A fim de entender mais profundamente as necessidades de diferentes realidades, o Movimento Unidos Pela Vacina elegeu três cidades para a realização de projetos-piloto – Maranguape (CE), Nova Lima (MG) e Rio de Janeiro (RJ).

Em Maranguape, uma das iniciativas facilita a locomoção da população mais vulnerável aos postos de vacinação através de um programa especial de um aplicativo de transporte para arrecadar créditos para o deslocamento. Foi possível, ainda, providenciar o deslocamento de profissionais de saúde dos postos até as residências de pessoas com dificuldades de mobilidade para promover a vacinação.

Em Minas Gerais, estado com maior número de municípios do país, o Unidos Pela Vacina conseguiu amadrinhar as 853 cidades mineiras. Mais de 80 empresas participaram ativamente do processo, com várias tendo amadrinhado individualmente dezenas de municípios, como a Cemig, FIEMG, MRV Construtora e Unimed-BH. A cidade de Nova Lima foi uma das que mais se destacou, sendo apoiada pela MRV, Cemig, FIEMG e PIF PAF. Juntas, as empresas ofertaram para a cidade mais de mil câmaras frias, freezers, geladeiras e ombrelones. Além de 1.100 caixas térmicas e 50 computadores. A MRV foi responsável pela infraestrutura completa de quase 20 sistemas de drive-thru, que operam desde junho, trazendo apoio à imunização de mais de 115 mil habitantes de Nova Lima.

A cidade do Rio de Janeiro promoveu em seu projeto piloto a construção de 08 pólos de drive thru, em diferentes bairros da cidade. O trabalho iniciou em março de 2021, para facilitar a vacinação da população idosa, com dificuldade de locomoção. O sucesso da ação contribuiu para conseguir novos doadores e o Estado do Rio do Janeiro passou a ser um dos primeiros a ter todos os 92 municípios amadrinhados pelo setor privado. Foram diversos itens doados, tais como caixas térmicas, freezers, refrigeradores científicos, computadores, entre outros.

“Unir as energias para ajudar o país neste momento delicado também é nossa prioridade. Por isso, a Enel se juntou ao Movimento Unidos Pela Vacina, apoiando e mobilizando outras empresas a se tornarem parceiras do UPV. Nosso papel é atuar de forma coordenada com o movimento, convocando e incentivando o setor empresarial e instituições a se unirem nessa rede do bem, de apoio à vacinação nos municípios. Como companhia, contribuímos também no suporte a algumas cidades atendendo suas necessidades no processo de vacinação nos Estados do Rio, Ceará e São Paulo”, Guilherme Lencastre, presidente do Conselho de Administração da Enel Brasil e suas distribuidoras.

No site do Unidos Pela Vacina é possível encontrar mais informações dos estados. Acesse https://www.unidospelavacina.org.br .

Conscientização necessária para incentivar vacinação

A conscientização para a importância da prevenção e da vacinação contra a Covid-19 em todo o Brasil também foi um dos pilares de atuação do Movimento para tornar viável a imunização. Campanhas de engajamento foram realizadas ao longo do ano em diversas frentes para trazer informação para os mais diversos públicos.

Além de campanhas nos canais oficiais do Unidos Pela Vacina, a organização realizou uma ação no Cristo Redentor em que foi projetada durante algumas horas da noite a frase ‘Vacina Salva / Vaccine Saves’ para engajar a população sobre a importância da imunização.

O Movimento criou também com a Ânima Educação, em parceria com o DJ Alok e o Instituto Alok, o reality show virtual ‘Influencer do Bem’, em que os competidores tinham a missão de obter o maior alcance e influência na conscientização da prevenção e da vacinação contra a Covid-19. A ação contou com a participação de 1.240 jovens influenciadores selecionados, que fizeram o projeto ganhar vida e demonstraram a força da influência em uma causa social tão importante. Em dois meses, juntos, os influenciadores alcançaram cerca de 3 milhões de pessoas.

Ao longo dos meses, reuniões online abertas e quinzenais foram realizadas com a liderança de Luiza Helena Trajano, como uma prestação de contas para a sociedade e forma de engajar os participantes. A apresentadora Xuxa Meneghel, o DJ Alok e o técnico da Seleção Brasileira de Vôlei, Renan Dal Zotto foram alguns dos convidados de honra destes encontros.

Campanhas de conscientização nas redes sociais com apoio de artistas e atletas, como as cantoras Ivete Sangalo e Daniela Mercury, o cantor Michel Teló, o ator Alexandre Nero e a ex-jogadora de basquete Hortência, também trouxeram engajamento do público.

“Tivemos um enorme desafio que foi o de estimular a população a tomar a segunda dose da vacina e mostrar a importância da imunização contra a Covid-19 para a volta à normalidade da população. Essas ações, em parceria com profissionais de diversas áreas, que ofereceram suas redes para nos ajudar com o engajamento necessário, foi fundamental para o sucesso das ações que realizamos até aqui”, conta Claudia Sender, integrante de diversos conselhos empresariais e uma das líderes da frente de Comunicação do Unidos Pela Vacina.

“É importante ressaltar que toda a comunicação foi realizada em parceria com as principais empresas e agências do Brasil, que doaram suas expertises para colocar toda a comunicação do Movimento a favor da sociedade. A marca Unidos Pela Vacina nasceu do zero e, em poucos meses, conquistou forte reputação entre formadores de opinião, imprensa e sociedade. Isso foi primordial para garantir o sucesso de um projeto audacioso e realizado a milhares de mãos. Nosso objetivo foi o de chamar a atenção de empresas e pessoas físicas em prol de uma causa sem precedentes e urgente. Conseguimos gerar relevância, autoridade e engajamento de forma muito rápida e positiva e o resultado está em termos atingido nossa meta inicial”, afirma Eduardo Sirotsky Melzer, sócio fundador e CEO da EB Capital e um dos líderes do Unidos Pela Vacina.

O Movimento Unidos Pela Vacina dialogou com órgãos municipais, estaduais e federais com o objetivo de apoiar, atendendo às necessidades e respeitando os princípios de um movimento apartidário, focado em buscar soluções. Todos os esforços do Movimento foram feitos para suportar o PNI (Programa Nacional de Imunização), liderado pelo governo federal, sem compra de vacinas para uso de empresas ou particulares.

“O movimento Unidos pela Vacina tem feito a diferença na superação da pandemia no Brasil. Por isso, é com muita satisfação que acompanhamos os avanços da imunização da população brasileira em muitas regiões, com jovens acima de 18 anos vacinados e com adolescentes a partir de 12 anos com a primeira dose. Alguns lugares já estão até aplicando a terceira dose de reforço. Nosso trabalho é focado na crescente expansão da vacinação, porque é apenas desta forma que preservaremos a vida de milhões de brasileiros e criaremos um ambiente mais favorável para retomada do País.”, afirma Walter Schalka, Presidente da Suzano.

Sobre o Unidos Pela Vacina

Criado a partir da iniciativa de Luiza Helena Trajano, presidente do Grupo Mulheres do Brasil, o Movimento Unidos Pela Vacina é apartidário e nasceu com o objetivo de tornar viável a vacinação de todos os brasileiros contra Covid-19 até setembro de 2021. Com esse propósito, mais de 4.500 pessoas entre artistas, cientistas, empresários e representantes de comunidades, entidades setoriais e da sociedade civil uniram-se à executiva e suas 100 mil voluntárias, potencializando suas forças e vozes em benefício da imunização da população. Com uma agenda de ações, estamos atuando para mobilizar governos, empresários e sociedade civil para retirar entraves e fazer com que a vacinação chegue o mais rápido possível para todos os cantos do Brasil. Para participar do movimento e fazer doações por meio de parcerias basta acessar o site Unidos Pela Vacina e enviar um e-mail para o endereço do estado onde fica a cidade que pretende ajudar.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *