sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Notícias

In:

Maceió inicia hoje 3ª dose para pessoas com 70 anos ou mais e imunossuprimidos

Por Assessoria

A Prefeitura de Maceió inicia, nesta quarta-feira (23), a partir das 14h, a aplicação da terceira dose para idosos com 70 anos ou mais que tenham completado pelo menos seis meses desde que tomaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Nesta etapa, também receberão a dose complementar pessoas com alto grau de imunossupressão com pelo menos 28 dias após terem tomado a 2ª dose. Pessoas acamadas que estão entre estes públicos serão atendidas em casa. O início da aplicação foi viabilizado pelo modelo desenvolvido pela Prefeitura de Maceió, destaque nacional em eficiência vacinal.

Após vacinar adolescentes de 12 anos, Prefeitura avança para terceira dose; excelência na imunização garante celeridade. Campanha ofertou vacinação em três pontos fixos da Capital. Foto: Secom Maceió

“Desde o início da vacinação, Maceió pontua entre as capitais com melhor desempenho em vacinação contra a Covid-19. O modelo de excelência que a Prefeitura desenvolveu é destaque nacional porque Maceió não guarda vacina. Temos o Corujão, com plantão de vacinação das 9h às 21h de terça a sábado em quatro pontos, e quando chegam novas doses, adiantamos o calendário e convocamos novos públicos. Dessa forma, seguimos avançando com a segurança sanitária da população”, explica o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Enfrentamento à Covid-19, Claydson Moura.

Claydson Moura destaca eficiência da vacinação em Maceió. Foto: Secom Maceió

A terceira dose estará disponível em todos os pontos de vacinação, com horário estendido até as 21h, no Corujão da Vacina nos shoppings Maceió (Mangabeiras) e Pátio (Cidade Universitária) e nos drive-thrus de Jaraguá e Serraria. Nos pontos da Praça Padre Cícero (Benedito Bentes), Ginásio Arivaldo Maia (Jacintinho), Papódromo (Vergel) e Terminal do Osman Loureito (Clima Bom) o horário vai até às 16h.

“É importante ficar atento ao prazo em que tomou a segunda dose da vacina. O intervalo a ser considerado é a partir da data da segunda dose. Neste momento, tomarão a terceira dose apenas idosos com 70 anos ou mais que tomaram a dose há, pelo menos, seis meses e imunossuprimidos, conforme a lista divulgada, que tomaram a segunda dose há, pelo menos, 28 dias”, reforça a diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Fernanda Rodrigues.

Fotos: Secom Maceió

Pessoas acamadas

Todas as pessoas acamadas que estão incluídas nesses públicos serão atendidas pelas equipes de vacinação extramuros. As que vieram a ficar acamadas ao longo desse período precisam ligar para o número 3312-5589 e se cadastrar para receber a equipe de vacinação em casa.

De acordo com a Nota Técnica n° 43/2021 do Ministério da Saúde, o público elegível para esta etapa da vacinação segue como o mais vulnerável às formas mais graves da Covid-19. “A população idosa, em especial acima de 70 anos, é ainda a parcela da população com maiores taxas de incidência e letalidade, ressaltando a elevada vulnerabilidade dessa população mesmo após a completude do esquema primário de imunização. Os idosos institucionalizados apresentam um perfil de vulnerabilidade ainda maior, além das pessoas com alto grau de imunocomprometimento, que usualmente apresentam resposta reduzida às diferentes vacinas do calendário vacinal necessitando de esquemas de vacinação diferenciados”.

Intercambialidade

A nota técnica recomenda, ainda para esta etapa, a intercambialidade entre vacinas. Ou seja, todo esse público tomará vacinas diferentes das que foram administradas nas doses anteriores. Quem tomou as duas doses da Coronavac e da Astrazeneca tomará a dose da Pfizer e quem tomou as duas doses da Pfizer tomará a dose complementar da Astrazeneca.

Documentos necessários

Para se vacinar, pessoas idosas devem apresentar documento de identificação com foto, comprovante de residência (não precisa cópia) e o cartão de vacinação com as informações da etapa anterior.

Pessoas imunocomprometidas devem apresentar, além do documento de identificação e do comprovante de residência, um dos citados abaixo:

– Prescrição médica com justificativa;
– Exames específicos que estabeleçam o diagnóstico;
– Relatório médico;
– Receitas para terapêutica específica de condições descritas;
 Guia de Encaminhamento específico.

Imunossuprimidos que devem tomar a terceira dose

I – Imunodeficiência primária grave.
II – Quimioterapia para câncer.
III – Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras.
IV – Pessoas vivendo com HIV/AIDS.
V – Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias.
VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune (vide tabela 1).
VII – Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias.
VIII – Pacientes em hemodiálise.
IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *