sábado, 25 de setembro de 2021

Notícias

In:

Laboratório da Ufal produz livros infantis sobre consciência sustentável

Por Manuella Soares

Crédito Fotos: Ascom Ufal

Histórias de Colorir a Alma é uma coletânea cheia de amor, aventuras, conhecimento e conscientização. O projeto desenvolvido por integrantes e colaboradores do Laboratório de Conservação do Século 21 (Lacos 21) une preservação e arte para crianças.

Os primeiros livros, em três volumes, contam com várias histórias infantis e ilustrações para colorir, com o objetivo de incentivar a consciência sustentável nos pequenos. É possível fazer download gratuito da versão digital ou encomendar a versão impressa, a preço de custo, por meio das redes sociais @lacos21 ou pelo endereço eletrônico comunicacaolacos21@gmail.com.

“Todos os enredos foram escritos e ilustrados por participantes do laboratório e colaboradores, sendo protagonizados por seres que fazem parte da biodiversidade, que dividem com seus leitores as problemáticas enfrentadas por eles devido à ação humana, tendo como intuito final cultivar a empatia das crianças para com as espécies e despertar a prática de ações mais sustentáveis”, reforçam os organizadores da coletânea.

Personagens como Chico Mendes e os Bandeirantes viram heróis ilustrados; as crianças vão se familiarizar com cenários da caatinga, conhecer libélulas e cobras, e ainda se divertir com as aventuras de insetos, macaco, sapo, morcego, pássaro e outros animais personificados em histórias para prender a atenção e cativar os pequenos leitores.

Graduandos de várias áreas da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e pesquisadores influentes no âmbito acadêmico participaram do projeto. “O Lacos 21 se esforça para alcançar sua missão de tornar a ciência acessível para a sociedade em todas as fases da vida e, por isso, novidades como esta coletânea são lançadas todos os anos através das redes sociais do laboratório”, destacaram.

No link para download dos livros, o Lacos 21 disponibilizou também um formulário de perguntas para ajudar a conhecer o público e melhorar os projetos do laboratório. Os integrantes pretendem saber como essas histórias estão impactando as crianças.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *