sábado, 28 de novembro de 2020

Notícias

In:

Maceió: Em defesa da pesca e meio ambiente, PTB lança Dr Carlos Albuquerque a vereador

Por Assessoria

Quem conhece Dr Carlos Albuquerque, logo deve se lembrar da sua dedicação junto aos projetos ambientalistas desenvolvido há décadas dentro da política alagoana. Nascido em Murici e criado em Coruripe, Dr Carlos desenvolveu ainda muito novo seu senso de justiça motivado pelas desordens socioeconômicas provocadas pela má preservação dos recursos naturais.

Enquanto vivia em Coruripe, ele se candidatou pela primeira vez aos 27 anos ao cargo de vereador, com o objetivo de garantir mais emprego e renda por meio de projetos voltados para a pesca no rio Coruripe. Nessa época, acabou se deparando com um problema bem maior.

“Lembro que um grupo de 10 amigos se uniu para recuperar o rio Coruripe que vivia morto devido a poluição causada pela usina local, que despejava a tiborna da cana nas águas. As pessoas não tinham acesso a agua potável e também não podiam pescar”, recordou.

Ele disse ainda que a poluição causava não só dano ambiental, mas também danos à saúde provocando asma e outros problemas respiratórios que pioravam no verão devido ao mal odor.
Para resolver tal problema, ele junto aos amigos denunciaram a ação junto ao Ministério Público de Alagoas, que moveu um processo contra a usina para paralisar a ação. Ao final de três anos a usina se readequou, ainda com resistência, e cedeu a sugestão do Dr Carlos, que mostrou uma alternativa ao indicar o uso da tiborna como adubo em plantações.

“ O rio hoje tem muita vida, o mangue renasceu e as pessoas não precisam mais acordar as 4 horas da madrugada para trabalhar no corte de cana, que é um trabalho muito penoso. Hoje há mais pescadores, isso traz até mais rendimento para eles, além de mais qualidade de vida’’, contou satisfeito.

Com uma experiência positiva, Dr. Carlos diz que se sentiu motivado a seguir com a política.

Após ocupar o cargo de Secretário de administração de Coruripe, ele se candidatou a prefeito de Coruripe em 2004 e 2008 e expandiu seus horizontes vindo morar de vez em Maceió.

Esse ano, depois de militar por um bom tempo na advocacia previdenciária, decidiu colocar o nome à disposição da sociedade maceioense se candidatando a vereador pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), legenda na qual é presidente municipal.

O motivo da decisão, segundo ele, seria o descaso observado por uma amiga que veio morar na cidade. A empresária que é apaixonada pelas belezas da cidade “ ficou decepcionada” com a administração local, ao saber que a praia da avenida era poluída pelo riacho salgadinho.

“ Fiquei bastante pensativo por ser um problema que atravessa décadas de gestão mas nunca é resolvido. Eu disse a ela que iria me propor a resolver a situação do Salgadinho, porque já tive a experiência de resolver o rio Coruripe”, pontuou.

Albuquerque entrou na eleição de 2020 decisivo com a causa do riacho, ele já adiantou que irá desenvolver um projeto após receber resultados de estudos realizados por profissionais, para resolver de uma vez por todas a poluição das águas que percorrem 17 bairros da capital.

A preocupação também se estende para questões como o assoreamento, problema que aflige a lagoa mundaú e o cais do porto. A situação é grave, e pode até mesmo dificultar a multiplicação de espécies indispensáveis para o sustento de marisqueiras e pescadores.

“ O meio ambiente sempre esteve em minha vida como uma paixão. Eu  sempre gostei de defender a natureza e os animais. Eu sei que alguns casos de readequação ambiental em Maceió são muito complexos, mas tem solução. Não vou desistir!”, afirmou.

Pescadores são prioridade

Um dos projetos que deve ser priorizado pelo candidato será com relação ao acesso dos pescadores ao aparelhamento urbano, visto que muitos desses profissionais foram realocados para bairros muito distantes do local de trabalho.
Segundo ele, a realocação dos pescadores do Jaraguá ocorreu sem o devido planejamento.

Acontecendo de forma “agressiva e incompetente”. Os pescadores reclamam ainda hoje dos boxes do centro pesqueiro, que são muito pequenos, sem espaços até mesmo para um freezer, essencial para estocar os pescados.

É uma situação muito grave, teria que realocar os pescadores em um local mais próximo da praia. Há pescadores morando no Benedito Bentes, isso não existe! Está afetando até mesmo a questão da mobilidade urbana”, explicou.

Os conjuntos de moradias entregues, possuem uma baixa estrutura de assistência básica a saúde e educação. Segundo o candidato, caso seja eleito, ele irá cobrar do poder público que as moradias só sejam entregues quando todo aparelhamento básico esteja pronto, para garantir as necessidades da população.

“Os políticos abandonaram Maceió. Se você vai ao centro da cidade vê o comercio com um calçadão que clama por uma manutenção, se vai na beira da lagoa o que se vê são amontoados de lixo, se vamos a praia estão poluídas. As periferias estão abandonadas, sem acesso a saúde de qualidade e educação. A situação como todo é deplorável”, finalizou.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *