quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Notícias

In:

Comissão de Ética decide expulsar Luciano Barbosa do MDB

Por Ascom MDB/AL

Por 5 votos a 2, partido desfilia vice-governador por afrontar decisões políticas das direções estadual e nacional

Por 5 votos a 2, a Comissão de Ética do MDB de Alagoas decidiu expulsar de seus quadros o vice-governador Luciano Barbosa, por violações ao Código de Ética e ao Estatuto do partido. A decisão de desfiliar Luciano foi tomada em sessão realizada nesta sexta-feira 23, na sede do partido, em Maceió. O processo foi aberto em reação a atitudes do vice-governador que afrontam orientações políticas das instâncias superiores do partido, os Diretórios Estadual e Nacional.

Luciano Barbosa não compareceu à reunião nem mandou advogado. Durante a reunião, os membros do conselho de ética, José Macedo e Yale Fernandes, votaram contra a expulsão de Barbosa das fileiras do partido. Depois de ouvir acusação e defesa, a Comissão de Ética decidiu, por maioria, acolher o parecer do relator do processo, Ronaldo Medeiros.

A decisão de aplicar a pena de expulsão, a mais severa prevista no Estatuto do MDB, foi tomada, segundo a ata do julgamento, porque a defesa de Luciano Barbosa não apresentou “argumentos que possam justificar as infrações cometidas pelo filiado”. Segundo o relatório, Luciano Barbosa “levantou teses contraditórias apenas para tumultuar o julgamento, como forma de protelar a decisão”.

O MDB reafirmou que “não existe nenhuma discriminação pessoal contra o representado [Luciano Barbosa]” e lembrou que a representação para abertura do processo na Comissão de Ética “é uma prerrogativa prevista no Estatuto e no Código de Ética do MDB, a qual foi exercida pela parte representante”, no caso o Diretório Estadual.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *