quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Notícias

In:

Djokovic e Nadal vencem e avançam às quartas em Roma; Bruno Soares cai nas duplas

Os dois principais tenistas da atualidade conseguiram nesta sexta-feira confirmar os seus favoritismos e avançaram às quartas de final do Masters 1000 de Roma, na Itália, primeiro torneio da temporada de saibro na Europa em 2020. Número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic passou pelo compatriota e amigo Filip Krajinovic e o espanhol Rafael Nadal, vice-líder do ranking da ATP, não encontrou dificuldades contra o também sérvio Dusan Lajovic.

Mesmo sem mostrar um grande tênis, Djokovic ganhou por 2 sets a 0 – com parciais de 7/6 (9/7) e 6/3, em 2 horas e 9 minutos de confronto. O próximo obstáculo no caminho do sérvio será o alemão Dominik Koepfer, que veio do qualifying e fez mais uma vítima nesta sexta-feira ao bater o italiano Lorenzo Musetti também em sets direitos (6/4 e 6/0). Antes, havia derrotado o australiano Alex de Minaur e o francês Gael Monfils.

Com mais facilidade que Djokovic, Nadal eliminou Lajovic com uma vitória por 2 sets a 0 – com parciais de 6/3 e 6/1, em 1 hora e 30 minutos. O torneio em Roma é seu o primeiro desde fevereiro, quando foi campeão do ATP 500 de Acapulco, no México, e serve de preparação para Roland Garros, em Paris, onde a partir do próximo dia 27 tentará conquistar o 13.º título na carreira.

O próximo desafio de Nadal será contra o argentino Diego Schwartzman, que derrotou de virada o polonês Hubert Hurkacz por 2 sets a 1 – com parciais de 3/6, 6/2 e 6/4. O espanhol venceu todos os nove jogos que fez contra o sul-americano, número 15 do mundo, com direito a quatro vitórias no saibro.

OUTROS JOGOS – O norueguês Casper Ruud levou a melhor no duelo contra o croata Marin Cilic e ganhou do ex-Top 5 por 2 sets a 0, com as parciais de 6/2 e 7/6 (8/6). Nas quartas de final, o tenista de 21 anos terá como adversário o italiano Matteo Berrettini, oitavo do ranking, que teve trabalho no duelo local contra Stefano Travaglia e venceu em dois tie-breaks – parciais de 7/6 (7/5) e 7/6 (7/1).

Quem não deu chances para o azar foi o búlgaro Grigor Dimitrov, que derrotou de virada o italiano Jannik Sinner por 2 sets a 1 – com parciais de 4/6, 6/4 e 6/4. O tenista da casa havia surpreendido nas rodadas iniciais ao eliminar o francês Benoit Paire edo grego Stefanos Tsitsipas, terceiro favorito na competição.

Nas quartas de final, o cabeça de chave número 15 terá pela frente o canadense Denis Shapovalov, que saiu perdendo do francês Ugo Humbert, mas buscou a virada e venceu por 2 sets a 1 – com as parciais de 6/7 (5/7), 6/1 e 6/4.

DUPLAS – O brasileiro Bruno Soares e o croata Mate Pavic foram eliminados nesta sexta-feira no Masters 1000 de Roma. A dupla, campeã do US Open na semana passada, caiu de virada nas quartas de final diante dos espanhóis Marcel Granollers e Horacio Zeballos, cabeças de chave 4 do torneio italiano, por 2 sets a 1 – parciais de 4/6, 7/6 (9/7) e 10 a 6 no match tie-break.

“Foi mais um jogo de altíssimo nível. Em Nova York, eles jogaram melhor e deixaram escapar a vitória e hoje (sexta-feira) lideramos e deixamos escapar o match point e a vitória. Mérito deles, que jogaram bem nos momentos importantes”, disse Bruno Soares, relembrando o duelo entre os times na primeira rodada do US Open. “Mas estou feliz com a semana, foram três grandes jogos e mais uma quartas de final vindo direto da quadra rápida para o saibro”, continuou.

Agora, os dois seguirão para Paris, onde começarão a preparação para Roland Garros. “É descansar e ir com tudo pra Roland Garros. Temos mais 11 dias para preparar o corpo. Precisamos de um descanso. As últimas três semanas foram bem pegadas com a viagem, o fuso horário e a mudança de piso. A energia continua boa e a confiança está lá em cima, agora é levar tudo isso para Paris”, finalizou o mineiro.

Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *