domingo, 27 de setembro de 2020

Notícias

In:

Advogados presos em operação foram estagiários da defensoria pública

Por Redação com A Notícia

A Defensoria Pública do Estado de Alagoas, acerca da operação “Backdoor”, deflagrada na manhã desta quarta-feira (29), pela Polícia Civil de Alagoas, que cumpriu mandados de busca e apreensão contra suspeitos de utilizarem senhas da instituição, emitiu nota sobre o caso.

Confira

1 – Que, em meados de outubro de 2019, a Defensoria Pública foi procurada pela Polícia Civil, sendo informada que havia suspeita de que senhas da instituição estavam sendo utilizadas indevidamente;

2 – Que, imediatamente, no mais absoluto sigilo, a Defensoria Pública passou a colaborar com a investigação;

3 – Que os advogados suspeitos, um foi estagiário da Defensoria Pública até junho de 2018 (há mais de 2 anos), e o outro também foi estagiário e exerceu cargo em comissão por dois meses, sendo exonerado em julho de 2016 (há mais de 4 anos);

4-Que, após a Defensoria Pública ser informada das suspeitas, passou a revisar a segurança do seu sistema, principalmente para acessar processos sigilosos, a fim de evitar que os supostos fatos ilícitos venham a se repetir;

5 – Por fim, a Defensoria Pública condena e repudia veementemente as práticas dos supostos ilícitos e informa que continuará colaborando com as autoridades policiais na investigação.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *