domingo, 23 de Janeiro de 2022

Notícias

In:

Ator palmeirense ganha destaque nas redes sociais

Por Cinara Corrêa
Ator palmeirense fazendo sucesso em novela da Rede Globo (Foto: cortesia)

Ator palmeirense fazendo sucesso em novela da Rede Globo (Foto: cortesia)

Ator palmeirense ganha destaque nas redes sociais, após participar da novela Rock Story da Rede Globo Oscar Calixto brilhou na tela da Globo, no último fim de semana Ganhou grande repercussão nas redes sociais a participação do ator palmeirense Oscar Calixto, neto do senhor Matias, na novela Rock Story da Rede Globo, em dois capítulos que foram ao ar no último fim de semana. Ele é sócio correspondente da APALCA (Academia Palmeirense de Letras, Ciências e Artes), com sede no centro da cidade. Atualmente morando no Rio de Janeiro,

Oscar marca, com grande sucesso, sua participação em novelas da emissora. Calixto já transitou pelas mais diversas áreas das artes cênicas. Iniciou a carreira profissional em uma tradicional Companhia Teatral existente há mais de 45 anos em MG. Obteve destaque ao receber o prêmio de melhor ator no Festival Internacional de Teatro de Ouro Preto com o espetáculo “Morte e Vida Severina” de João Cabral de Melo Neto, sob a direção de Antonini Bortello.

Entre outras montagens das quais integrou o elenco, destacam-se: 2004 – “Ralé” de Máximo Górki – Direção de Adriano Garib. 2005 – “A Dois Passos da Ilusão” – Baseado no Romance de Horace McCoy – Direção de Tonico Pereira e Marina Salomon e 2006 – “Ophelia by Hamlet” – Direção de Celina Sodré. Formado pela Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), segue atuante também nos campos da dramaturgia e direção teatral. Como diretor, foi responsável pela montagem de quatro outros espetáculos teatrais. Entre eles, o de maior destaque, Scanner, cujo texto também é de sua autoria. No cinema participou como ator de algumas produções internacionais, como “Proyecto 150” – Uma produção Argentina do Diretor Frandu Almeida e “Poliamore” – Produção México / Brasil / Argentina do Diretor Rodrigo Rueda. Patricipou também da Ópera “A Flauta Mágica” de Mozart em 2007/2008, com regência de Silvio Barbato e Direção Geral de Gustavo Ariani, realizada no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Em 2010, foi responsável pela montagem do primeiro espetáculo 3 em 1 do Brasil: “Anjos, Uma Espécie de Razão Não Comentada” unindo teatro, artes plásticas e literatura, junto a Cia Boca em Cena. Protagonizou o espetáculo “A História do Soldado” de Stravinsky e Ramuz com Direção de Luiz Duarte, foi indicado ao prêmio de melhor ator no Festival Internacional de Cinema de São Paulo e integrou o elenco do longa metragem “O Abajour” com direção de Marcoz Gomez.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *