quinta-feira, 04 de junho de 2020

Notícias

In:

Juceal torna arquivo de processos empresariais 100% digital

Por Redação com Agência Alagoas
Juceal finalizou processo de digitalização de documentos datados desde a criação da Juceal, em 1893. Ascom

Juceal finalizou processo de digitalização de documentos datados desde a criação da Juceal, em 1893. Ascom

A Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal) finalizou totalmente a digitalização do arquivo de processos empresariais registrados no órgão. Com documentos datados desde a criação da Juceal em 1893, são 556.412 atos que podem ser acessados por qualquer pessoa na forma de certidões.

Somente neste ano foram 87.884 documentos digitalizados entre processos antigos de abertura, alteração e baixa empresarial, além de atas de interesse da empresa. O último documento digitalizado foi uma ata da empresa Cyro Accioly Comércio S/A, de 13 de julho de 1971, sendo disponibilizada no ambiente on-line na última quarta-feira (28).

Sobre a finalização do serviço, a diretora de arquivo da Juceal, Letícia Garcez, ressaltou o trabalho desempenhado por estagiários, menores aprendizes e servidores ao tratar com documentos antigos, muitos feitos à mão, a fim de preservar a qualidade das informações.

“Foi um projeto de anos, que requereu muito cuidado e teve também grande influência do hoje secretário-geral da Juceal, Edivaldo Maiorano. Agora disponibilizamos todos os documentos online, facilitando o acesso a esses atos, o que antes levava muito tempo para poder gerar uma cópia”, adicionou.

Além da digitalização dos documentos antigos, desde 2014, os novos processos são dispostos no ambiente online após a entrada da documentação na Juceal.

Para o presidente da Juceal, a disponibilização totalmente digital tanto dos processos antigos como dos novos é fruto da busca constante do órgão pela automatização do registro empresarial.

“A Juceal vive um momento diferente nos serviços ofertados, sendo muitas vezes referência para Juntas Comerciais de outros estados. E essa política de modernização veio para diminuir a burocracia no registro e também aumentar a transparência das informações aqui registradas. Agilidade aliada à segurança jurídica”, reforçou.

De acordo com o artigo 29 da lei de nº 8934/94, qualquer pessoa, sem comprovar interesse e mediante pagamento de taxa, pode ter acesso às informações registradas nas Juntas Comerciais. Em Alagoas, esse acesso é feito através dos três tipos de certidões: de inteiro teor, simplificada e específica, que possuem prazo de envio de 24h.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com