quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Blogs

Suíte de Silêncios

Cada um, e todos,  carrega amores intensos nos mais recônditos escuros do coração. E há espaço para abandonos, muitas vezes simples e marcantes, que se acumulam durante toda a vida; para frustrações; para paixões; para palavras inaudíveis que são pensadas no trajeto para casa ou na ida para lugar nenhum, quando se pega um ônibus qualquer, sem destino e sem projetos iniciais.

Duína é a representação dos inúmeros eus que habita os corpos que trafegam nos centros urbanos e na bucólica melancolia dos interiores. Um personagem sofrido por respostas que nunca chegaram, por dúvidas e imprecisões que arrebentam as emoções mais marcantes que moldam o caráter de um indivíduo. E que nunca foi abandonado? Quem nunca ficou sem resposta, sem aquela resposta? Quem nunca teve que se desfragmentar para sobreviver ao vendaval de sentimentos de uma perda?

E cada um, em cada apartamento, casa ou fazenda herda, não se sabe de quem, uma arca de possibilidades em que o bem e o mal coexistem em silêncios aterradores.

Marilia Arnaud cria a Suíte de Silêncios em que, posso arriscar uma certeza, todos, se já não visitamos, vamos visitar. É uma obra que deixa o leitor ora melancólico, ora saudosista, ora irado, ora decepcionado consigo e suas lembranças.

Suíte de Silêncios foi o primeiro livro publicado da escritora paraibana.  E é um livro cuja atualização automática ressalta em quem o lê o espírito esquecido de um diário perigosamente esclarecedor sobre as várias facetas de um comportamento erroneamente entendido como inexplicável. A cada um cabe seus terrores e medos, escrevi outro dia, e Arnaud mostra-nos isso com uma qualidade de escrita que só um brasileiro pode fazer.

Arnaud alinha seu texto com as particularidades do nordeste, com a fluidez da música, com o sentimento de quem sabe o que está fazendo.

Para ser sincero, Suíte de Silêncios é um livro muito intenso e tudo o que se pode dizer dele é que só quem tem experiências parecidas com as de Duína é que pode entender completamente seu significado.

 

Mais em:  http://rafaelarielrodrigo.blogspot.com.br

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com