sábado, 22 de setembro de 2018

Blogs

Santa preparação

Foto: roraimaemfoco.com

Foto: roraimaemfoco.com

O mercado da carne de Palmeira dos Índios amanheceu com o espírito da discórdia passeando entre a lama e os paus das bancas. Roubo, brigas, discussões e todo o aparato para as vendas de eixe de origem duvidosa e de bebidas alcoólicas de quarta-feira compuseram essa véspera.

A ilusão de que as vendas aumentam na semana santa faz com que aflore nos vendedores e oportunistas da feira livre o desejo ganancioso de vender até a água do esgoto que serpentei entre as bancas. Esse ledo engano cria expectativas exageradas nos candidatos a vendedores e termina, sem surpresa, por deprimi-los no fim da feira ao constatarem que não houve compradores suficientes.

Todos os anos é o mesmo ritual e como animais incompetentes os vendedores nunca aprendem.

Hoje duas irmãs discutiram vulgarmente por 2 metros de rua; sitieiros já começaram a chegar e a noite promete muito movimento no mercado municipal  – cidadãos dormirão na rua para garantir que ninguém roube suas bancas (a mercadoria mesmo só chega no início da manhã de quarta-feira).

Em palavras diretas a feira livre da semana santa traduz a humilhação e a degradação do ser humano que busca, insistentemente, o dinheiro e toda a vulgaridade que ele pode comprar. Só pelo dinheiro, e somente só, essas pessoas deixam seus lares para dormir na rua, no calor ou na chuva, em meio a sujeira e na temeridade e iminência de desgraças. E embora o argumento seja o de que precisam trabalhar não se pode crer completamente em pessoas que se alvoroçam e enlouquecem aenas uma vez por ano.

Não é a necessidade que promove a loucura dos vendedores. É somente o desejo de humilhar-se.

A semana santa, no falido comércio de Palmeira dos Índios, é mais iníqua que a Babilônia. Os feirantes, por sua vez, são os babilônios inveterados das Alagoas.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com