domingo, 23 de setembro de 2018

Blogs

PF e MPF investigam suposto golpe de servidores fantasmas em Arapiraca

A população de Arapiraca ficou mais uma vez estarrecida com a notícia da grave denúncia veiculada pelo semanário Extra da investigação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal (MPF-AL) da presença de servidores fantasmas na secretaria municipal de Saúde. Essa denúncia da maior gravidade envolvendo a gestão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB)foi protocolada no final do mês passado nos referidos órgãos.

Na denúncia, está incluída a informação de que a servidora Daniele Alves Damasceno teria passado praticamente um ano na folha de pagamento do município sem prestar um só dia de serviço. De acordo com a denúncia, Daniele teria sido colocada na folha fantasma da pasta da Saúde pela própria cunhada a superintendente de Gestão do Trabalho e Educação Permanente da Saúde Aruska Kelly Gondim Magalhães. A servidora é de extrema confiança da ex-secretária da pasta, Aurélia Fernandes (PSB) que recentemente deixou do cargo, para retornar à Câmara municipal de Arapiraca.

Ao assumir o cargo no legislativo, cumprindo ordens do gestor, Aurélia tirou do cargo a primeira suplente Sinielza Pessoa, irmã do deputado estadual Severino Pessoa (PRB) que rompeu com Teófilo. Nessa jogada, Teófilo impediu a formação de um grupo oposição composto por seis vereadores que tinham a pretensão de abrir uma Comissão Especial de Investigação (CEI).

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com