sexta-feira, 19 de Abril de 2019

Blogs

Homenagem ao “doutor” marginal

Em plena campanha presidencial, mesmo condenado à prisão por corrupção, o farsante Lula vem percorrendo vários estados do Nordeste, em uma maratona que visa mobilizar seus seguidores e ganhar a mídia nacional com suas verborragias e ataques aos que o condenaram diante de tantas e insofismáveis provas de sua condição de chefe da maior quadrilha que assaltou os cofres públicos do país.

O Partido dos Trabalhadores, responsável pela programação escolheu alguns locais, onde existe maior aceitação da candidatura putrefata, para que houvessem homenagens prestadas por Faculdades e Movimentos Sociais de esquerda e infelizmente, por sua condição de extrema pobreza e burrice eleitoral, Alagoas foi um dos eleitos. A pobre e descredenciada Universidade Estadual (UNEAL), comandada por elementos da “esquerdopatia” tresloucada, foi a instituição apontada para executar a ordem de laurear as falcatruas de Luiz Inácio. O “magnifico reitor” tupiniquim (pobres dos reitores de universidades de verdade) empolgou-se com a missão a cumprir e orientou a “comandita” para conceder o titulo de “doutor honoris causa” que será entregue em solenidade pública com ares de comício eleitoral.

É a velha e manjada história à qual nos submetemos por nossos equívocos políticos-eleitorais, com péssimas escolhas e pagando o preço de sermos exibidos na mídia suja nacional, expostos como um povo atrasado, sem educação e qualquer noção de honestidade. É assim que somos vistos pelo país que se indigna com o mar de corrupção que nos afoga.

Confesso que me abala o coração e treme a alma quando sou indagado por onde ando Brasil afora: – Você é da terra do Renan Calheiros? Tento mostrar que ele não é digno de Alagoas, que o nosso povo é bom e condena suas atitudes e maneiras de fazer política, mas ai vem o troco – “mas são vocês que o elege, sempre e repetidas vezes”. Engulo a vergonha e desconverso. Vou dizer o que diante dessa implacável constatação?

Infelizmente seguiremos em frente alvos de chacotas e vergonhas explícitas que nós mesmos construímos. Diante desse tenebroso quadro só poderemos mudar nossa imagem através do voto consciente de cada um alagoano, nos libertando de anos de atraso e escolhas políticas que nos condenam. No próximo ano teremos a oportunidade de fazer essa mudança de cenário, mas será que faremos? Cabe a cada um de nós o destino que seguiremos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com