domingo, 23 de setembro de 2018

Blogs

Heloísa e o atual momento político

Heloísa Helena

Heloísa Helena

A ex-senadora  Heloísa Helena (Rede) que finaliza seu mandato de vereadora da capital em dezembro, ultimamente vem um tanto quanto discreta em suas manifestações políticas nos veículos de imprensa.

Mas pelas redes sociais, HH opina com substância (como sempre) e profundidade. Sobre o atual momento político brasileiro, ela ressaltou:

“Ocupação… pra todos os gostos, concepções ideológicas e reações de avaliação absolutamente distintas conforme a conveniência política de quem o faz!

Na ética também tem disso (aff) se o adversário ou inimigo de classe rouba os cofres públicos a resposta tem que ser implacável, mas se os parasitas forem companheiros de causa (mesmo que seja de repugnante traição de classe) e roubarem pra usufruir do luxo vulgar e ganhar eleição imediatamente ganham conluio e omissão.

Se escolas são ocupadas para gritar Fora Temer imediatamente surgem aplausos de um lado e condenação feroz de outro, mas se a ocupação for pela intervenção militar imediatamente as posições são risivelmente invertidas.

Assim sendo, registro humildemente minha posição sobre as Ocupações:

1. Embora considere revolucionário estudar estudar e estudar, considero também as ocupações pelo acesso à educação como importantes e necessárias, mas melhor seria que ocupassem os palácios governamentais, pois lá estão quem comanda a desestruturação das políticas sociais. Tomara os jovens que participam nunca sejam discípulos da ética seletiva e da covardia ideológica que deixa de lutar quando cinicamente convém politicamente.

2. Ocupar o plenário do Congresso para protestar contra corrupção, privilégios da elite política e defender a Lava Jato, acho igualmente importante e necessário, afinal como dizem no sertão “quem for podre que se quebre” em Alagoas, Brasília, qualquer lugar.

3. Ocupar para defender intervenção militar acho uma grande mierda, afinal todas as Ditaduras – de direita e de esquerda – sempre foram burocracias corruptas, assassinas, totalitárias… ou seja, o mesmo lixo da farsa vulgar que é defendido pelos mais diversos argumentos de cínica e repugnante conveniência à direita e à esquerda! 4. Sobre reação violenta às ocupações já vivenciei vindo da direita (em ocupações de terra e ocupações dos palácios governamentais aqui) e vindo da “esquerda” quando Lula colocou a sua tropa de choque presidencial pra invadir o prédio do Inamps em Brasília e espancar (além de bombas de gás, tiros de borracha, cassetetes, etc) as servidoras do RJ que lutavam por salário. Enfim, menos demagogia e mais ideologia, né?!”, encerrou a vereadora

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com