sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Blogs

Direitos iguais

Segundo ouvi de uma liderança dos taxistas de Maceió a luta da classe não é para barrar a implantação do serviço UBER, que é considerado um avanço no sistema e que está em uso nas grandes cidades em todo o mundo. Há sim uma mobilização nacional e a defesa justa de que a regulamentação dos serviços seja justa e coloque em nível de igualdade os mesmos direitos e deveres das duas categorias (taxis/uber).

Nada mais justo. Acho inclusive que as próximas audiências públicas para tratar do assunto essa pauta deve ser acentuada. Os órgãos públicos precisam estar atentos para que a velha e lutadora classe dos taxistas não seja prejudicada e que se tenha o serviço como uma alternativa , por sinal muito salutar.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com