sábado, 15 de dezembro de 2018

Blogs

Ali na Passarela do Artesão

A feira de artesanato na Orla de Atalaia, em Aracaju, é o lugar onde os turistas vão comprar as lembrancinhas da visita à Capital Sergipana. E isso é normalíssimo!

O que está fora de ordem é a visitação dos aracajuanos à Passarela do Artesão, onde fica a feirinha.

É natural que os nativos não gostem, ou achem desnecessário, valorizar os artesãos locais. Um erro de muita gente, de todas as capitais turísticas ou onde ocorrem eventos com uma movimentação considerável de pessoas. E esse erro é gerado pela saturação natural dos produtos locais. Justifica-se? Até certo ponto.

É um fato conhecido que mesmo indo à praia regularmente e passeando entre a orla e os restaurantes e o oceanário poucas pessoas dão-se ao trabalho de conhecer a arte local.

Claro que não é preciso ir sempre, mas uma passadinha não mata ninguém. E lá é possível encontrar coisas bem sergipanas e curiosas, como é inerente a todo tipo de arte manual.

Imagine, então, que vergonha um turista perguntar a um aracajuano onde fica a feirinha, ou quais os produtos mais interessantes, e este não saber responder uma pergunta tão simples e banal!

Deve-se visitar as imensas possibilidades de matar o tempo que foram construídas na Orla e que, de um modo ou outro, pode ajudar a criar novas maneiras de produzir, arte, serviços ou produtos, além de ser um passeio interessante quando a única opção é assistir os programas irritantes da programação aberta.

Visitar é também valorizar.

Comprar, se fizer uma média, pode até ser uma opção.

 

Mais em: http://rafaelarielrodrigo.blogspot.com.br/

Compartilhe:
Tags: ,,,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com