quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Notícias

In:

Zidane se defende após críticas de Leonardo: ‘Só disse o que deseja Mbappé’

O atacante francês Kylian Mbappé está provocando, sem querer, uma crise entre Real Madrid e Paris Saint-Germain. Declarações dadas nesta semana pelo técnico do clube espanhol, Zinedine Zidane, azedaram a relação dos dois times. O diretor de futebol da equipe francesa, o brasileiro Leonardo, não gostou nem um pouco do que o ex-jogador francês comentou sobre o craque do PSG: “Sempre disse que seu sonho era jogar no Real”.

Logo após a vitória sobre o Brugge, na última quarta-feira, pela Liga dos Campeões da Europa, Leonardo criticou Zidane, dizendo que não é o momento para falar de transferências – que pode ser a maior da história (especula-se em 400 milhões de euros, cerca de R$ 1,8 bilhão) -, pois parece que o objetivo é desestabilizar o atacante – os dois clubes estão no mesmo grupo na competição continental.

Nesta sexta-feira, o dirigente brasileiro não ficou sem resposta. Em entrevista coletiva antes do confronto deste sábado contra o Eibar, pelo Campeonato Espanhol, Zidane voltou a tocar no assunto e colocou um ponto final. “Não vou falar mais nada. Expliquei o que Mbappé disse, que um dia gostaria de jogar no Real Madrid. Ele (Leonardo) pode dizer o que quiser, assim como eu”, afirmou.

O técnico do Real Madrid, com seu tom conciliador habitual, preferiu virar a página e deixar claro que a sua cabeça está apenas no confronto contra o Eibar. “Tivemos apenas alguns dias para nos prepararmos para o jogo, mas conseguimos. Eles jogam de um jeito em casa e outro fora. Esperamos fazer uma boa partida”, acrescentou Zidane.

Sobre o time, o técnico francês mais uma vez elogiou o atacante brasileiro Rodrygo, autor de três gols na goleada sobre o Galatasaray na última quarta-feira. Zidane garantiu que não está surpreendido com as boas atuações do ex-jogador do Santos e também do meia uruguaio Federico Valverde.

“Não me surpreende. Eles são para isso. Quando eles têm a opção de provar isso, eles o fazem. É o que os dois fizeram ultimamente. Meu papel é conversar com eles de tempos em tempos, especialmente no trabalho. Você pode ter qualidade e muito futuro, mas se você trabalhar, melhorará. E com 18 anos você tem uma vida inteira para aprender. Eles têm um ambiente e uma família”, disse.

Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com