terça-feira, 12 de novembro de 2019

Notícias

In:

Lula agradece correligionários que ficaram na frente da PF em Curitiba

No seu discurso após ser solto da carceragem em Curitiba, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva agradeceu aos seus seguidores. “Não importa que estivesse chovendo, estivesse 40ºC ou 0ºC. Todo santo dia vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir”. “Eu não pensei que poderia estar aqui, conversando com homens e mulheres, que durante 580 dias gritaram: ‘Bom dia, Lula’, ‘boa tarde, Lula’ e ‘boa noite, Lula’.

Entre os agradecimentos, teve destaque o ex-prefeito de São Paulo e candidato do PT às eleições de 2018, Fernando Haddad. Segundo Lula, Haddad teria ganho a Presidência da República “se não tivesse sido roubado”. Lula também homenageou a atuação de Haddad como ministro da Educação entre 2005 e 2012. “Para quem teve um ministro da Educação da qualidade do Haddad, colocaram um ministro que quer destruir a nossa universidade”, disse em referência ao atual mandatário da cadeira, Abraham Weintraub.

Lula também “apresentou” a sua namorada, a socióloga Rosangela da Silva. Aos gritos de “beija! beija!” de quem acompanhava a soltura do ex-presidente, Lula disse: “Eu consegui a proeza de, mesmo preso, arrumar uma namorada, me apaixonar e ela aceitar casar comigo”. “Saio daqui aos 74 anos e meu coração só tem espaço para o amor porque o amor vai vencer nesse País.”

No palco montado, acompanharam a fala a presidente nacional do partido, a deputada Gleisi Hoffmann, o ex-senador Lindbergh Farias e o ex-deputado e advogado Wadih Damous. Lula também agradeceu e elogiou a atuação de seus advogados, em especial, Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins.

Autor: Pedro Caramuru e Daniel Galvão
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com