quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Notícias

In:

Agências de turismo descobrem Palmeira dos Índios como novo destino turístico

Por Assessoria

Os atrativos naturais de Palmeira dos Índios, cidade do Agreste alagoano, vêm sendo descobertos como novos destinos turísticos. O turismo étnico e cultural tem sido o de maior procura. Trilhas nas aldeias indígenas, visita ao Cristo Redentor da Serra do Goiti, contemplar um belo pôr do sol, museus, entre outros atrativos naturais, proporcionam uma experiência que tem atraído a atenção de agências operadoras de viagens que buscam novos produtos turísticos. Esse movimento de turistas desperta o interesse dos empresários locais, que começam a se organizar para atender ao aumento do fluxo de turistas.

No último final de semana, o município recebeu grupos de turistas por operadoras. Uma delas foi a Sol e Mar Turismo, uma das mais bem estruturada empresa do segmento e locação de transporte de Alagoas. Ela conduziu de Maceió e Arapiraca um grupo da Associação Brasileira de Clube da Melhor idade (ABCMI) para apreciar um dos mais belos pôr do sol da região, ao som da Orquestra Municipal Graciliano Ramos.

A Agência Aventura EcoBrasil, uma operadora consciente com foco no turismos de experiência, a principal operadora de Turismo de Experiência de Alagoas, pela quarta vez, vez levou um grupo para uma aventura na cidade, o Tour Experiência Xucuru-Kariri. Nele, o turista descobre coisas curiosas e surpreendentes sobre as aldeias indígenas da Chapada da Borborema.

A secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo Cléa Carvalho comemora o momento. Segundo ela, Palmeira dos Índios tem fortalecido o turismo regional do Agreste. “Grupos saem de Maceió, passam por Arapiraca e chegam em Palmeira. Isso é o fortalecimento do turismo regional do Agreste. Os turistas chegam e vão direto para o Centro de Atendimento ao Turista (CAT), que fica na antiga Estação Ferroviária. Lá, funciona a Estação do Artesanato, uma oportunidade para conhecer e consumir o típico artesanato indígena Xucuru-Kariri, produzido com matéria prima da floresta”, informou Cléa.

Depois de uma parada no CAT, o roteiro segue com visita à Biblioteca Pública, também localizada na Estação Ferroviária, para conhecer um pouco da literatura palmeirense e de lá segue o roteiro. A aventura continua na Aldeia Mata da Cafurna onde tem Toré de boas-vindas, comidas típicas com rico tempero, artes e pinturas tribais.

As visitas às aldeias movimentam a economia local e a vinda das operadoras começa a despertar o interesse dos empresários. “A prefeitura vem ajudando muito para despertar esse interesse. Realizamos o primeiro Famtour, um projeto turístico onde convidamos agentes de viagens, universidades e os diversos parceiros do turismo, para uma visita técnica e turística, a fim de que eles conheçam o local e saibam, com detalhe, o que oferecer ao cliente” enfatizou Cléa.

Para o prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar, o investimento em produtos turísticos é o responsável por este momento. “O investimento da gestão municipal na infraestrutura dos pontos turísticos é o grande responsável pelo crescimento do fluxo de turista em nosso município. Fluxo que tende a crescer com a revitalização do Cristo Redentor e com a inauguração do Santuário Mãe do Amparo, fortalecendo o turismo religioso. A revitalização e modernização do Lago do Goiti também oferecerá mais um belo e novo atrativo turístico. Isso atrai receptivo, como a empresa Pataxó Tour, que vem criando novos produtos turísticos e qualificando os atores locais”, finalizou o prefeito Júlio.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com