quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Notícias

In:

Mudança no transporte de passageiros entre Palmeira e Arapiraca causa transtornos a usuários; ARSAL esclarece

Por Redação com Assessoria

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) informa que existe em trâmite um processo para mudança do ponto de embarque e desembarque da linha Arapiraca / Palmeira dos Índios, porém, ainda não foi autorizado

Uma polêmica foi levantada entre os usuários de transportes alternativos da linha Arapiraca/Palmeira dos Índios pelas mudanças que estão ocorrendo em relação ao ponto de embarque e desembarque.

As alterações anunciadas extra-oficialmente pelos próprios motoristas prejudicam os passageiros e também os transportadores.

“Agora teremos que buscar outro meio de transporte para chegar até o ponto das vans. Isso além de encarecer o custo, vai causar mais demora para se chegar ao destino” falou um usuário à redação da Tribuna.

Além disso existem muitas reclamações dos usuários com o transporte de passageiros nessa linha que sempre enfrentam superlotação – que são “dribladas por caminhos vicinais próximos a Universidade Federal de Alagoas, nas proximidades de Arapiraca. Outra queixa se refere ao aumento da passagem que passou de R$9,60 para R$10,00.

Arsal esclarece

Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) informa que existe em trâmite um processo para mudança do ponto de embarque e desembarque da linha Arapiraca / Palmeira dos Índios, porém, ainda não foi autorizado.

Para eventuais mudanças, a Arsal exige que sejam feitas melhorias físicas no novo ponto, como exemplo, banheiros adequados e sala de espera para os usuários, além da apresentação de documentação – habite-se da prefeitura do município e laudo do corpo de bombeiros -. Somente após análise dos documentos é que o ponto poderá ser liberado para embarque e desembarque de passageiros. Até a presente data, ainda não foi encaminhada essa documentação.

Para reclamações ou sugestões, os usuários podem registrar suas demandas de várias formas. Por meio do telefone de discagem gratuita (0800 284-0429), enviando sua solicitação pelo whatsapp (82) 98833-9430, e presencialmente (de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h), ou de forma online, no www.arsal.al.gov.br em qualquer hora ou dia da semana.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com