quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Notícias

In:

CRB, 107 anos da maior história de amor do futebol alagoano!

Por Assessoria

O Clube de Regatas Brasil comemora, hoje, 107 anos de vida. Não é apenas o festejo de uma história centenária, repleta de títulos e muitas conquistas dentro e fora das quatro linhas. É, acima de tudo, a celebração do maior caso de amor entre uma torcida e um clube de futebol em Alagoas.

Quem é regatiano sabe: existe algo de muito mágico em nossos corações quando entramos no Rei Pelé e vem aquele cheiro de Estádio de futebol,  ao longe alguém está ouvindo a rádio falar da escalação, na arquibancada você encontra seus irmãos alvirrubros, que sempre veem o jogo no mesmo local e às vezes você não sabe nem o nome, mas o cumprimenta como se fosse amigo de longa data, afinal de contas quantas “batalhas” não vibraram juntos; e sem falar naquele mar de camisas vermelhas e brancas ao seu redor. Só nós sabemos o que isso significa em nossas vidas, é muito especial.

Nosso CRB está longe de ser um velhinho centenário, chega aos seus 107 anos cada vez mais forte e estruturado. Poucos clubes no Brasil podem ser orgulhar não ter dividas e possuir TODAS as certidões negativas de débito; temos uma estrutura invejável e o orgulho de ser um clube que é respeitado em todo território nacional, o CRB tem credibilidade. E o principal de tudo, possuímos uma torcida que encanta e que por mais de uma vez foi comparada com o jeito apaixonado de torcedor do argentino, só nós gritamos de verdade que “Se é para lutar contigo eu vou” porque o regatiano sabe a força que tem.

O CRB é o amor mais intenso que podemos ter. Faz parte da família, por isso rimos, brigamos, lutamos e vivemos com aquela sensação de que o final de semana só presta se o Galo ganhar. Vencer no enche a alma e dá um sabor diferente até para a comida, perder nos tira o sono e dói tanto que muitos falam “eu não vou mais ao estádio”, uma mentira enorme que amamos contar para nós mesmos, pois mais do que ninguém nós sabemos que não conseguimos viver sem o Galo.

Nosso amor é maior, porque sabemos de onde viemos e do que nossa história é feita: Tomires, Haroldo Zagalo, Miguel Rosas, Laxinha, Jorge Vasconcelos, Paulo Nylon, Canaviera, Silva, Roberto Menezes, Mundinho, Jorge da Sorte, Roberval Davino, César, Ilo, Melo, Márcio Ribeiro, Márcio Francisco, Carlinhos do Ponta, Coca, Ivanildo, Fanta, Índio, Jerônimo, Inha, Catatau, Edson, Marquinhos Paraná, Fernando César, Everton Luiz, Aloísio Chulapa, Geovani, Calmon, Audálio, Neto Baiano, Júlio .César, Juliano, Olívio, Zé Carlos e o inesquecível Joãozinho Paulista. Neles que o nosso DNA dentro de campo foi moldado!

Do sonho de Lafayete Pacheco o CRB foi fundado em 1912. A partir desde dia tivemos a sorte de contar com as mãos e mentes de homens como Luís Toledo Pizza Sobrinho, Raul Brito, Mário Gomes de Barros, Rui Palmeiras, Severiano Gomes Filho, Oswaldo Gomes de Barros, Walter Pitombo Laranajeiras, Divaldo Suruagy, Fernando D´Aldeia, Afrânio Lages, Marcelo Medeiras, Waldemar Correia, Flávio Gomes de Barros, Wilton Figueiroa, José Cabral e agora com Marcos Barbosa. E muitos outros grandes nomes, que juntos fizeram o CRB ser um dos principais clubes de futebol do Brasil e pavimentaram uma história linda em Alagoas.

Que orgulho pode fazer parte dessa história! O sangue que corre em nossas veias não é vermelho por acaso, faz parte da nossa essência. Ser regatiano é algo impossível de explicar, é preciso sentir para ter uma pequena noção do que significa. É preciso sentir aquele algo mágico quando o Galo aparece no gramado.

Hoje é dia de celebrar o orgulho de vestir vermelho e branco. Uma grande festa vai ser realizada no Casarão do Galo em Jaraguá a partir das 15h. Hoje, também, uma série de missas em celebração aos 107 anos do CRB serão realizadas em nossa capital:

Igreja de São José (Trapiche) – 19h

Igreja Nossa Senhora das Graças (Levada) – 17h

Igreja de São Pedro (Ponta Verde) – 17h

Agradecer a Deus pela s vitórias, derrotas e sobretudo pela benção em nossa vida em ser regatiano. Parabéns, CRB! 107 anos da maior história de amor no futebol de Alagoas.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com