domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias

In:

Meu grande Dia

Por Oduvaldo Persiano

 Preliminarmente, quero pedir a compreensão dos meus 12 leitores em face do conteúdo deste artigo, que foge da minha linha redacional, porque registro aspectos resumidos  de minha vida , nesta data em que completo mais um ano de existência, com as bençãos de Deus e de Nossa Senhora. Feito a ressalva, quero esclarecer que aniversário  deve ser comemorado no exato dia de sua consumação. Considerando que na quarta 21 não circulou este conceituado Jornal, sinto-me obrigado a dar-lhe divulgação posteriormente. Vale, porém, o registro. Novamente desculpo-me  se faço colocações distanciadas do dia-a-dia, mas entendi que, tendo ultrapassado o SEGUNDO TEMPO e caminhado para a PRORROGAÇÃO, vejo-me IMUNE a quaisquer penalidades , seja da opinião pública ou de “Dona Encrenca”, a estimada   Esposa SÔNIA, que me suporta por mais de meio século.

Na Mensagem que mando aos filhos: Sérgio, Soraya, Sandra e aos Netos e Netas, pela ordem: Igor , Victor, Felipe,Caroline, Túlio, Gabriela,Luiza, Soninha e Rafael, assinalo não ser fácil, numa época de turbações, de lutas inglórias, de preocupações, do império do MAL sobre o BEM, do surgimento de doenças incuráveis , desintegração de famílias, inveja, competição desleal, enfim, um amontoado de fatos negativos, ALCANÇAR a idade que hoje desfruto alegremente, reunido com a FAMÍLIA e AMIGOS, num ambiente de paz, amor e respeito, com indizível satisfação, constitui inquestionável privilégio bafejado pelas MÃOS DIVINA.

Tão importante quanto saber o lugar onde nos encontramos, é a convicção acerca da direção para onde estamos prosseguindo. Com efeito, se a vida nos traz decepções, dificuldades, incertezas, angústias, é bom VIVER. Flores  tenho colhido ao longo de minha existência e jamais desanimei diante dos espinhos e obstáculos que enfrentei e ainda enfrento. O Resumo da História de Minha Vida, está contido no Livro que ousadamente escrevi, intitulado: “Caminhos de um Magistrado”. Alí explico ter nascido de pais de classe média baixa, ao lado de mais 11 Irmãos, dos quais apenas  este Escriba, José, Linaldo, Corine e Terezinha, estão vivos.

Iniciei meus estudos preparatórios em Viçosa, concluindo o Técnico da Escola Normal Rural “ Joaquim Diégues”, seguindo-se o de Técnico em Contabilidade,Jornalismo, para, depois, igualmente com dificuldades, concluir  os Cursos Superiores de História e Direito, este me permitiu o exercício da Advocacia,forte na Esfera Criminal e, posteriormente, lograr aprovação no Concurso de Provas e Títulos para Juiz de Direito, profissão que desempenhei, sem falsa modéstia, com independência e correção de atitudes, merecendo o reconhecimento das Comarcas Interioranas   onde Judiquei : Boca da Mata ( que instalei); Coruripe; São Miguel dos Campos; Viçosa; Atalaia, onde também fui agraciado com o título de “ Cidadão Honorário”; Rio Largo ; São Luiz do Quitunde; Matriz de Camaragibe; Marechal Deodoro;. Arapiraca; Traipú, afora outras por designação para presidir Eleições. Registre-se que não dispunha de Computador . As decisões simples e/ou complexas, eram prolatadas usando a histórica Máquina Remington ou Olivetti. Sempre conduzia no meu surrado Corcel II ( sem motorista e com combustível por mim pago), papel carbono e borracha. Hoje, cabelos pintados porque as namoradas arrancavam os brancos e Sônia os pretos, com receio de ficar CARECA, ainda em  pela saúde , sou feliz porque não invejo, não persigo e nem pratico o MAL.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com