quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Notícias

In:

Horta escolar muda hábito alimentar de alunos

Por Assessoria

Que tal saborear uma merenda saborosa, equilibrada, rica em nutrientes, com vegetais produzidos pelos próprios alunos? A experiência é possível em escolas da rede municipal de Maceió, graças a um trabalho conjunto que vem sendo realizado pelo setor de Alimentação e Nutrição Escolar da Secretaria Municipal de Educação (Semed) em conjunto com as unidades escolares.

O contato com a terra e com os alimentos é enriquecedor. No Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Profª Maria de Lourdes Vieira, no Farol, os alunos plantam, regam e colhem boa parte do que vai para a mesa. O envolvimento deles auxiliou, inclusive, na mudança de hábitos em relação a comida.

“Antes, os alunos não gostavam nem de ver os vegetais no prato. Quando eles começaram a acompanhar o crescimento da horta, regando e plantando, a vontade de comer o que eles mesmos tinham feito foi surgindo, e hoje eles adoram. A maioria não tem problema algum em comer salada no almoço, por exemplo. Já chegam no Cmei perguntando o que tem pra comer no dia”, encanta-se a merendeira Ana Valdenice Cavalcante.

O que a merendeira Ana Valdenice conta é confirmado pelos alunos. “Eu amo a comida daqui. Antes a minha mãe colocava lanche na bolsa pra comer na escola, mas as tias disseram que não era bom para a gente comer, aí eu parei de trazer biscoito recheado e agora só como as frutas”, afirma Gabriela Ferreira da Conceição, de cinco anos, aluna do jardim I. “Eu gosto de todas, mas as que eu prefiro são a melancia, a laranja, a banana e o melão”.

Além disso, através do projeto Horta na Escola, os alunos de várias unidades de ensino de Maceió têm a oportunidade de aprender mais sobre os nutrientes dos alimentos e seu cultivo.

A alimentação saudável nas escolas da rede municipal trabalha em dois eixos: a oferta e a educação alimentar nutricional, estabelecidos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). De acordo com a responsável pelo setor de Alimentação e Nutrição Escolar da Semed, Anna Carla Luna, parte dos alimentos é adquirida por meio da agricultura familiar alagoana, regionalizando o cardápio com as comidas típicas.

“Temos um compromisso cultural e social com a alimentação. Além da oferta, promovemos a alimentação saudável através de práticas pedagógicas executadas pelas escolas com o apoio do setor de Alimentação, o que é o trabalho de educação alimentar diário” explicou.

Segundo a diretora Evilnaide Nascimento, o Cmei também evita desperdícios durante todas as etapas. “Nós também temos um controle da quantidade de alimentos comprados e estocados, tanto para que os alimentos se mantenham sempre frescos quanto para evitar que a comida deixe de ser consumida, o que levaria a um gasto desnecessário também”, frisou.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com