segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Notícias

In:

Com um a menos e gol aos 50 minutos, Goiás vira sobre reservas do Inter

Uma vitória para lavar a alma. Mesmo saindo atrás do placar e com um a menos desde os 16 minutos do primeiro tempo, o Goiás conseguiu virar sobre os reservas do Internacional, por 2 a 1, e fez a festa dos mais de sete mil torcedores presentes neste domingo no estádio Serra Dourada. A partida foi válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Essa foi a primeira vitória esmeraldina após a pausa para a Copa América. O time comandado por Ney Franco vinha de quatro derrotas e três empates. Com o fim do jejum, o Goiás chegou aos 21 minutos e subiu para o 11º lugar da tabela.

Atuando com reservas por conta do jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores, contra o Flamengo, em Porto Alegre (RS), na próxima quarta-feira, o Internacional estacionou nos 24 pontos e perdeu a chance de entrar no G6, figurando na sétima colocação. Na Libertadores vai ter que devolver ou superar os 2 a 0 que levou no Maracanã.

A partida começou com os dois times se estudando, mas a qualidade individual fez a diferença logo aos 11 minutos. Wellington Silva tocou nas costas da zaga esmeraldina para Guilherme Parede finalizar na saída de Tadeu. E não há nada tão ruim que não possa piorar.

No lance que originou o gol colorado, Léo Sena deixou o pé em Nonato durante disputa de bola. Avisado pelo VAR, o árbitro baiano Marielson Alves Silva expulsou o volante esmeraldino. Mesmo com um a menos, o Goiás tentava encurralar o Internacional, que apostava no contra-ataque.

Devido ao forte calor que fazia na cidade de Goiânia, o árbitro concedeu a parada técnica aos 26 minutos. Na volta, o Inter passou a controlar a posse de bola, mas sem criar lances de perigo. A pouca agressividade do time esmeraldino irritou a torcida, que não economizou nas vaias durante o intervalo.

Logo no início do segundo tempo, Guilherme Parede escapou em velocidade pela direita e cruzou rasteiro. Wellington Silva desviou de joelho por cima do travessão. Tadeu só observou. A resposta do Goiás veio na sequência em cabeçada de Michael para fora.

Aos 20, Emerson Santos soltou a bomba em cobrança de falta e Tadeu espalmou. Cinco minutos depois, o Goiás empatou com um golaço de Michael. O atacante recebeu dentro da área e deixou Emerson Santos e Bruno Silva no chão antes de finalizar no cantinho de Marcelo Lomba.

A partida ficou aberta nos minutos finais e Tadeu salvou o Goiás em dois lances seguidos nas finalizações de Guilherme Parede e Nico López. Quando parecia que o jogo terminaria empatado, Rafael Vaz cobrou falta com perfeição no ângulo de Lomba e fez o gol da virada aos 50 minutos.

O Goiás volta a campo no domingo, quando faz um confronto direto contra o Fortaleza, às 16 horas, na Arena Castelão, em Fortaleza. O Inter recebe o Botafogo, às 21 horas do sábado, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Os jogos são válidos pela 17ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 2 x 1 INTERNACIONAL

GOIÁS – Tadeu; Yago Rocha (Geovane), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Yago Felipe, Léo Sena e Marcelo Hermes; Michael, Rafael Moura (Leandro Barcia) e Kayke (Renatinho). Técnico: Ney Franco.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Zeca, Klaus, Emerson Santos e Natanael (Erik); Rithely (Sarrafiore), Bruno Silva, Nonato, Nico López, Wellington Silva (Pedro Lucas); Guilherme Parede. Técnico: Odair Hellmann.

GOLS – Guilherme Parede, aos 11 minutos do primeiro tempo; Michael, aos 25, e Rafael Vaz, aos 50 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Michael e Leandro Barcia (Goiás); Klaus e Guilherme Parede (Internacional).

CARTÃO VERMELHO – Léo Sena (Goiás)

ÁRBITRO – Marielson Alves Silva (BA).

RENDA – R$ 135.500,00.

PÚBLICO – 7.086 pagantes (8.634 no total).

LOCAL – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com