segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Notícias

In:

Jó Pereira defende criação da Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura

Por Assessoria

Deputada Jó Pereira

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 4, a deputada Jó Pereira (MDB) solicitou o apoio de seus pares aos agricultores alagoanos, em especial aos sertanejos. “Esses alagoanos esperam sempre por assistência, atenção e chuva. A natureza, embora sem frequência, tem mandado chuva, o resto tem sido esperar e esperar”, disse a parlamentar, sugerindo em seguida a criação de uma Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura.

Durante o pronunciamento, Jó Pereira leu trechos de uma carta, resultante do “8º Encontro Estadual de Sementes e Agroecologia”, realizado entre os dias 29 e 31 de maio, na cidade de Igaci. Ao ler a carta, a parlamentar pede o apoio do Parlamento alagoano às reivindicações e aos projetos entregues pelos agricultores. “Ler essa carta é ecoar sonhos de milhares de mulheres e homens do campo. É fazer justiça à nossa Casa de Tavares Bastos”, declara a deputada, destacando, em seguida, o alerta contido no documento, quando falam dos impactos sofridos pelo meio ambiente ao longo de 150 anos com a utilização de adubos sintéticos (N-P-K), depois os agrotóxicos e por último os transgênicos.

Os agricultores cobram também uma política pública apropriada para garantir a autonomia, a segurança e a soberania alimentar e nutricional das famílias do campo e da cidade; repudiam o volume histórico de distribuição de sementes hibridas; se posicionam sobre o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), e programa de sementes. “Daí a importância de proporcionar aos agricultores familiares uma produção livre de agrotóxicos e de adubos sintéticos, para que possam manter suas famílias, proporcionando renda e desenvolvimento para nossos municípios, principalmente os pequenos e médios”, ressalta Jó Pereira.

Em aparte, os deputados Inácio Loiola (PDT), Davi Davino Filho (PP) e a deputada Cibele Moura (PSDB) se solidarizaram com o pronunciamento de Jó Pereira. “O futuro do Nordeste está no Sertão de Alagoas. Ninguém faz agricultura sem água, terra, sol, pesquisa e assistência técnica. Infelizmente o Estado de Alagoas e o Brasil há muitos anos deixou de incentivar o setor público agrícola”, observou Loiola.

No que diz respeito ao Canal do Sertão, a deputada Cibele Moura destaca: “Precisamos olhar pro Canal do Sertão como algo que pode transformar vidas, precisamos olhar para ele não como um elefante branco, mas como algo que pode trazer desenvolvimento para o Sertão”.

Já o deputado Davi Davino observou que a carta é um pedido de socorro dos agricultores e que o êxodo rural é um reflexo da falta de oportunidade para o homem do campo. “Várias entidades e segmentos da agricultura se reuniram para fortalecer o setor e alertar os políticos sobre a necessidade do desenvolvimento de políticas públicas realmente efetivas”, destacou Davino.

 

Pinheiro

Ao final do pronunciamento, a deputada Jó Pereira também se reportou ao problema do bairro Pinheiro e adjacências, que vêm apresentando instabilidade no solo provocada, segundo o laudo da CPRM, devido a exploração do sal-gema por parte da Braskem. Diante dos fatos a empresa afirma que deve deixar o Estado. “Concluo solicitando a urgência do governo federal, estadual e municipal, para atuarem no sentido de a Braskem não se retirar de Alagoas”, apelou Jó Pereira. “Todos unidos em prol dos alagoanos afetados. O nosso Estado não pode ser prejudicado mais ainda, economicamente e socialmente, se a exploração do sal-gema deixe de existir aqui em Alagoas”, completou a parlamentar.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com