terça-feira, 22 de outubro de 2019

Notícias

In:

Hospital cria cartilha para incentivar o aleitamento materno

Por Assessoria

O leite materno é o alimento ideal para os bebês, pois supre todas as necessidades nutricionais até os seis meses de idade. Além disso, o contato carinhoso com a mamãe traz muito benefícios para o desenvolvimento da criança. Pensando nisso, o Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho, em Arapiraca, resolveu ampliar o trabalho com a equipe técnica da maternidade.

Uma cartilha foi criada e distribuída entre os profissionais, com o objetivo de que as normas sejam utilizadas no dia a dia do atendimento as gestantes. O projeto faz parte da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), um selo de qualidade recebido pelo Regional de Arapiraca e que foi instituído pelo Unicef e OMS (Organização Mundial de Saúde).

Para ser amigo da criança, o HR cumpriu os 10 passos para o sucesso do aleitamento materno e ainda trabalha a humanização à mulher durante o pré-parto, parto e o pós-parto, garantindo o livre acesso à mãe e ao pai e permanência deles junto ao recém-nascido internado, durante 24 horas. Já os bebês têm menos chance de sofrer intervenções desnecessárias.

Entre as normas desenvolvidas pelo Hospital Regional está o treinamento de toda a equipe de cuidados de saúde, orientação às mamães sobre como amamentar e manter a lactação, não dar aos recém-nascidos nenhum outro alimento, não incentivar chupetas e encorajar o estabelecimento de grupos de apoio ao aleitamento.
O diretor médico do HR, o obstetra Ulisses Pereira, destacou a necessidade do contato da mãe com o filho logo após o nascimento e fez questão de ressaltar o trabalho realizado pela maternidade. “Essa é a relação inicial e a mais indicada para mães e filhos. Os profissionais estão preparados para manter e estimular esse convívio”, avaliou.
Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com