domingo, 20 de outubro de 2019

Notícias

In:

Eventos esportivos trarão mais de 6,5 mil turistas para Maceió

Por Assessoria

Rui Palmeira esteve presente no Ironman 70.3 Maceió.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

O mês de agosto promete movimentar a capital alagoana. Em pleno período de baixa temporada, Maceió receberá mais de 6,5 mil turistas, que virão à cidade para participar de três importantes eventos esportivos realizados entre os dias 4 e 11 de agosto – o IronMan 70.3, a Conferência Nordeste dos Jogos Universitários (Jubs) e o Panamericano de Basquete 3 por 3.

As competições, que incluem Maceió no circuito esportivo mundial e reafirmam a competitividade do destino para sediar eventos de grande porte, estão previstas no calendário do Maceió Convention & Visitors Bureau (MC&VB) e contam com o apoio da Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel).

Somente o IronMan 70.3, maior competição de triathlon do mundo que acontece pela terceira vez consecutiva na capital alagoana este ano, deve reunir um público de mais de 5 mil pessoas, entre atletas, equipe técnica, expositores e acompanhantes. A expectativa, segundo informações da organização, é a de que a terceira edição do evento gere um impacto de R$ 22 milhões na economia municipal, um aumento de mais de R$ 4 milhões em relação à do ano passado.

Segundo o titular da Semtel, Jair Galvão, o destino Maceió desponta na disputa pela captação de grandes eventos com outros destinos brasileiros, sejam esportivos, culturais ou científicos e, graças a um trabalho realizado pela Prefeitura de Maceió em parceria com o MC&VB, o segmento garante resultados positivos durante todo o ano.

“O turismo de eventos é o segundo gerador de fluxo turístico para Maceió, ficando atrás apenas da CVC, a maior operadora da América Latina, e é o principal responsável pela manutenção dos indicadores positivos na baixa temporada, gerando emprego e renda. No ano passado, o segmento movimentou cerca de R$ 70 milhões na economia municipal e trouxe quase 50 mil visitantes para a capital, o que demonstra a credibilidade do destino no cenário nacional e internacional”, destacou.

A capacidade técnica, infraestrutura hoteleira e de serviços, receptividade e o cenário natural, além dos atrativos turísticos da capital alagoana foram determinantes para que o destino se firmasse como sede da etapa desde 2017. Em pesquisa realizada pela World Triathlon Corporation, os atletas participantes da competição elegeram Maceió como vencedora das categorias ‘Melhor local’ e ‘Qual prova entraria no próximo ano’, consideradas as principais da avaliação.

Pelos mesmos motivos, além da localização regional estratégica do destino, Maceió será palco da Conferência Nordeste dos Jogos Universitários Brasileiros (Jubs) 2019. O evento, que acontece de 5 a 10 de agosto, contará com a participação de mais de 1200 atletas, representantes de 22 instituições de ensino superior de todas as regiões do país. As competições acontecerão em oito ginásios da cidade, com jogos em quatro modalidades – futsal, vôlei, basquete e handebol – nas categorias feminino e masculino.

De acordo com o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral, o evento deve movimentar mais de R$ 2 milhões na cidade. “O cálculo leva em consideração o gasto médio por atleta, transmissão de mídia e impacto na hotelaria local. O esporte é um grande investimento para o turismo, já que há um bom retorno promocional para o destino. Além da divulgação espontânea, teremos um público qualificado que ficará oito dias desenvolvendo uma relação de afetividade com a cidade e que voltará em outro momento”, avaliou.

A análise é compartilhada pela diretora executiva do MC&VB, Danielle Novis, que reforça a importância da entrega do destino ao turista de negócios e eventos. “O turista de eventos gasta duas vezes e meia mais do que o turista de lazer, é um público formador de opinião e com um alto poder de compra. Um evento é também uma oportunidade de oferecer o melhor do destino, de forma coerente, já que esse turista voltará em um segundo momento para aproveitar melhor os atrativos”, explicou.

Simultaneamente ao Jubs, de 6 a 11 de agosto, 30 equipes participam da disputa dos jogos do Panamericano de Basquete 3 por 3, que contará com 130 atletas representantes de 12 países. O evento, que traz uma nova modalidade olímpica, é classificatório para o mundial da China e será realizado na orla de Maceió, próximo à Feirinha de Pajuçara.

“Ter a inclusão de Maceió na rota de grandes eventos esportivos nacionais e internacionais é muito importante, pois, além de estimular a prática esportiva entre os atletas alagoanos, estes eventos, sobretudo no mês de agosto, fomentam diretamente o turismo e a economia local, gerando emprego, renda e a projeção de Maceió como destino esportivo entre os competidores do mundo inteiro”, destacou o secretário de Esporte, Lazer e Juventude (Semelj) Daniel Mello.

Calendário de eventos para 2019

Em 2019, o calendário atualizado pelo Maceió Convention conta, até o momento, com 37 eventos, que juntos devem reunir um público de mais de 35 mil participantes. Além de eventos esportivos, a lista conta com simpósios, feiras, congressos, seminários e encontros das mais variadas áreas do conhecimento e segmentos.

Segundo Novis, diversos eventos já estão fechados para anos posteriores. “A captação de eventos é um trabalho cirúrgico junto às entidades de classe e muito bem planejado.Temos vários eventos fechados até 2021 e até para 2027. Esse cuidado de olhar para frente, aliado a uma população sensibilizada que seja embaixadora do destino, via profissionais representantes de diversas categorias, é o que faz a diferença para um bom resultado de mobilização”, comentou.

Além dos eventos esportivos, outros grandes eventos estão previstos para este semestre, como o 70° Congresso Nacional de Botânica, o 30° Congresso Brasileiro de Microbiologia, Congresso Brasileiro de Enfermagem e Obstetrícia Neonatal, 45°Congresso Brasileiro de Estomatologia e Patologia Oral e o 13° Congresso Alagoano de Cardiologia. Os três primeiros serão realizados em outubro, enquanto os dois últimos em julho. Ao todo, os congressos devem reunir em torno de 9 mil participantes.

Diferenciais do destino

Entre as vantagens apresentadas pelo destino Maceió nas disputas para sediar eventos de grande porte, estão o parque hoteleiro, considerado um dos mais modernos do Nordeste, o Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso e outras diversas salas de convenção e auditórios em hotéis aptos para atender demandas do segmento, além da facilidade de deslocamento dentro da cidade e de atrativos turísticos como as belezas naturais e a gastronomia.

“Maceió ainda tem muito a crescer no segmento, mas já incomoda outros destinos concorrentes na captação de eventos de grande porte. Quando a gente traz um evento para a cidade, a organização acaba adotando a capital como sede, porque a gente tem infraestrutura e atrativos turísticos que são diferenciais, em especial o bem receber do alagoano”, revelou a diretora executiva do Maceió Convention.

Fomento aos negócios e eventos

Por meio do termo do fomento assinado entre a Prefeitura de Maceió e o MC&VB nessa sexta (14), o destino investe em infraestrutura e capacitação para o fortalecimento do segmento de eventos e negócios e melhor atendimento ao turista.

“A parceria faz com que Maceió diversifique a oferta turística e seja divulgado não somente como um destino de lazer, mas com estrutura para receber eventos técnicos, científicos, culturais e esportivos com qualidade e profissionalismo. Ao mesmo tempo, o processo de captação também é uma oportunidade de promover o destino e divulgar os atrativos turísticos da capital alagoana”, avaliou o secretário Jair Galvão.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com