quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Notícias

In:

Agreste ganha reforço na segurança com inauguração do Cisp de Campo Alegre

Por Assessoria

19° Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) e Força Tarefa do Município de Campo Alegre (Foto: Márcio Ferreira)

O Estado de Alagoas ganhou nesta sexta-feira (7) seu 19° Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp). Dessa vez, o município contemplado foi Campo Alegre, na Região Agreste. A cerimônia foi conduzida pelo governador Renan Filho e pelo secretário de Estado da Segurança Pública, Lima Júnior.

O prédio, construído às margens da AL-220 a partir de um investimento de R$ 1.831.804,7 em recursos próprios do Estado, vai integrar o trabalho dos agentes das polícias Civil e Militar, reforçar o policiamento e agilizar o atendimento à população. 

Segundo o governador Renan Filho, a estratégia de interiorização das ações de segurança a partir da implantação dos Cisps foi fundamental para o bom desempenho do Estado no combate à violência, com uma sequência de 11 meses de redução nos números dos homicídios. 

“Nesta manhã, apresentamos em Maceió os números mais recentes da segurança, com uma redução continuada. Maceió chegou a ter 110 homicídios em um mês. No mês passado, tivemos menos de 30% disso. Isso é resultado de uma sobreposição de políticas públicas bem-sucedidas. Uma delas, o Centro Integrado de Segurança Pública, que estamos inaugurando uma unidade aqui em Campo Alegre. Já são 19 Cisps em funcionamento. Quase 20% dos municípios de Alagoas já possuem Centros Integrados e isso significa mais segurança para o cidadão. Essa política pública foi uma das que ajudaram na redução de 50% no número de homicídios em todo o Estado. Isso é bastante significativo”, avaliou o governador. 

O Cisp de Campo Alegre conta com um diferencial em relação às outras 18 unidades instaladas em Alagoas: uma base avançada no distrito de Luziápolis, de grande importância econômica e política para a cidade. “Em Campo Alegre, teremos esse primeiro modelo em que o Cisp vai contar com um posto avançado. Pela distância entre Luziápolis e o centro da cidade, há um comportamento diferente. Nós vamos agora levar segurança em igualdade de condições para a cidade e para o distrito. Vamos ter viaturas 24 horas em Luziápolis e a parceria com o município é fundamental pra garantir essa segurança”, disse Renan Filho. 

Para a prefeita de Campo Alegre, Pauline Pereira, a instalação do Cisp, que traz também a estratégia da Força Tarefa de Segurança, deverá trazer reflexos principalmente na economia local, garantindo a chegada de novos empreendimentos. “O Cisp tem uma grande missão pela frente em Campo Alegre: dar mais segurança a essa extensão da AL-220 na cidade e no distrito de Luziápolis, onde as instalações também ficaram muito bonitas. E é uma emoção saber que as viaturas amarelinhas da Força Tarefa também vão começar a circular em Campo Alegre”, comemorou a prefeita. 

O secretário de Estado da Segurança Pública, Lima Júnior também avaliou a importância dos Cisps no combate à criminalidade em Alagoas. “O Estado de Alagoas tem trabalhado na consolidação da redução da violência. Temos 11 meses consecutivos com redução no número de homicídios e isso se deve a diversos fatores, entres eles, os Cisps, que fortalecem a integração e agilizam o trabalho das forças policiais”, afirmou.  

Em Alagoas, já estão em funcionamento os Cisps de Boca da Mata, Murici, São José da Laje, São José Tapera, Girau do Ponciano, Ouro Branco, Cajueiro, Igaci, Viçosa, São Luís do Quitunde, Junqueiro, Pão de Açúcar, São Miguel dos Milagres, Mata Grande, Batalha, Major Isidoro, Messias, Teotônio Vilela e Campo Alegre.

Outros quatro Centros Integrados estão sendo construídos em Taquarana, Pilar, Maribondo e São Sebastião. “Nos próximos dias nós vamos inaugurar o Cisp de São Sebastião e Taquarana e lançar o Cisp de Lagoa da Canoa”, antecipou Renan Filho. 

Duplicação Maceió-Arapiraca

Nesta sexta-feira, o governador Renan Filho vistoriou também as obras do trecho 2 da duplicação da AL-220, que liga os municípios de Maceió e Arapiraca. O trecho 2 compreende 31 quilômetros entre São Miguel dos Campos e Campo Alegre, que estão sendo duplicados a partir de um investimento de R$ 67.187.385,02. 

“Hoje, essas obras estão sendo executadas com velocidade. Agora, vamos entrar num período de chuvas que reduz o ritmo. Mas, em setembro, vamos intensificar novamente os trabalhos porque eu quero entregar a duplicação toda pronta, de São Miguel a Arapiraca, em abril do ano que vem”, anunciou. O primeiro trecho da duplicação, entre Maceió e São Miguel dos Campos, foi inaugurado em junho de 2018. 

“Essa vai ser uma marca muito grande para a região, vai induzir o desenvolvimento, colaborar com a geração de emprego em todas as áreas, na agricultura, no setor de serviços. Vai facilitar a vida de quem mora em outras regiões e trabalha aqui e, sobretudo, vai trazer mais segurança nas estradas”, lembrou Renan Filho. 

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com