terça-feira, 23 de julho de 2019

Notícias

In:

De volta a Roland Garros, Federer estreia com vitória tranquila sobre italiano

A edição 2019 de Roland Garros começou neste domingo com retorno de Roger Federer após quatro anos sem jogar no saibro de Paris. O suíço estreou com vitória tranquila por 3 sets a 0 sobre o italiano Lorenzo Sonego, com parciais de 6/2, 6/4 e 6/4 em 1h41 de jogo.

Campeão em 2009 e vice em quatro oportunidades, Federer voltou ao torneio ao resolver dar uma nova chance ao saibro, superfície em que vinha sofrendo nas últimas temporadas. Ele abriu mão de jogar nos últimos dois anos para priorizar Wimbledon e em 2016 foi ausência por conta de lesão. Neste ano, foi campeão em Dubai e Miami e finalista do Masters 1000 de Indian Wells.

Em seu reencontro com Roland Garros, torneio que marcou o início de sua vitoriosa trajetória em Grand Slams, ainda em 1999, o atual número 3 do mundo impôs seu jogo e não teve dificuldade para derrotar Sonego, que ocupa a 73ª colocação no ranking da ATP. O suíço sobrou no primeiro set, em que chegou a abrir 4/0 e aproveitou o nervosismo do jovem rival, e foi mais irregular na parcial seguinte, mas não chegou a ser ameaçado.

Com Sonego menos nervoso e errando menos e Federer um pouco relaxado, o terceiro set foi o mais equilibrado. No entanto, o suíço cresceu no final, quebrou o saque do adversário no nono game e definiu a vitória na sequência. O número 3 do mundo acertou 27 winners e terminou a partida com apenas 11 erros não forçados, contra 19 do italiano. No próximo estágio, Federer enfrentará alemão Oscar Otte, 145º do ranking.

Os outros cabeças de chave que já estrearam confirmaram o favoritismo. O grego Stefanos Tsitsipas, sexto tenista mais bem ranqueado, passou pelo alemão Maximilian Marterer, 110º da ATP, por 3 a 0, com um duplo 6/2 e 7/6 no terceiro set. O jovem de 20 anos errou pouco, mostrou agressividade e bom aproveitamento nas subidas à rede, em que ganhou 17 de 22 pontos, para vencer pela 30ª vez nesta temporada. Foi apenas o segundo triunfo dele em três participações em Roland Garros. Seu adversário na fase seguinte sairá do vencedor do duelo entre o indiano Prajnesh Gunneswaran e o boliviano Hugo Dellien.

O japonês Kei Nishikori justificou o seu sétimo lugar no ranking da ATP e passeou em sua estreia ao eliminar o convidado local Quentin Halys, por 6/2, 6/3 e 6/4. Na segunda rodada, Nishikori pode encarar outro tenista francês, mas muito mais forte: Jo-Wilfried Tsonga, que duela segunda-feira na rodada inicial contra o alemão Peter Gojowczyk.

DUELO DE PESO À VISTA – O primeiro duelo de peso em Paris já está definido. Cabeça de chave número 11 e 13º do ranking da ATP, o croata Marin Cilic passou fácil pelo italiano Thomas Fabbiano, com parciais de 6/3, 7/5 e 6/1 e irá enfrentar na rodada seguinte o búlgaro Grigor Dimitrov, que ao contrário de seu próximo rival, teve de suar muito para bater o sérvio Janko Tipsarevic no jogo mais longo por enquanto.

Na partida, Dimitrov, que já chegou a figurar entre no top 5 e hoje é o número 47 do mundo, foi melhor e venceu os dois primeiros sets por 6/3 e 6/0, perdeu as duas parciais seguintes por 3/6 e 6/7 e só conseguiu fechar a partida no set derradeiro, ao fazer 6/4.

Nos outros jogos já encerrados deste domingo, o australiano Alexei Popyrin despachou o francês Ugo Humbert por 3 a 1, de virada, com parciais de 3/6, 6/3, 7/6 (12/10) e 6/3, o norueguês Casper Ruud fez 3 a 0 no letão Ernests Gulbis (6/2, 7/6 e 6/0), o italiano Matteo Berrettini teve dificuldades, mas superou o espanhol Pablo Andujar por 3 a 1 (6/7, 6/4, 6/4 e 6/2), mesmo placar da vitória do alemão Oscar Otte, próximo rival de Federer, sobre o tunisiano Malek Jaziri, que teve parciais de 6/3, 6/1, 4/6 e 6/0.

Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com