terça-feira, 16 de julho de 2019

Notícias

In:

Movimento Abril Verde invade obras de Maceió

Por Assessoria

Seria mais um dia normal de trabalho para os colaboradores desta obra, não fosse a presença da turma teatral do Sesi, que levou informação e arrancou gargalhadas de todos, em uma visita realizada na última segunda-feira (22). A quebra de rotina nas obras de Maceió está ocorrendo desde o inicio do mês e faz alusão ao Movimento Abril Verde, encampado pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi-AL) e que tem o objetivo de informar e sensibilizar sobre a importância da prevenção e da redução dos acidentes de trabalho.

A Construção Civil já liderou o ranking de acidentes de trabalho no país e hoje se encontra na quinta posição. Para setor, a redução representa um grande passo, ao tempo em que acende um alerta para a necessidade de não baixar a guarda.

Entendendo a importância destes casos, a Ademi-AL, juntamente com o Sesi tem levado estas ações para os canteiros de obra, levantando a bandeira de um ambiente de trabalho saudável e seguro. “É muito importante que esta onda de conscientização se expanda por todos os segmentos. A construção Civil é um dos setores que mais emprega e movimenta a economia do país e precisa se livrar do peso de ser também um dos que mais faz vítimas em ambiente de trabalho. É pensando nisso que levantamos esta bandeira e buscamos a conscientização diretamente com os trabalhadores e responsáveis pelas obras”, disse o presidente da instituição, Jubson Uchôa.

A cada ano, vários setores que fomentam a economia do estado e outros que são agentes fiscalizadores, se unem para chamar atenção quanto à temática. Em 2019, o Movimento é resultado de uma parceria entre a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi), Grupo Prevencionistas, Ministério Público do Trabalho (MPT), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Social do Comércio (Sesc), Sindicato da Indústria da Construção do Estado de Alagoas (Sinduscon), Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho no Estado de Alagoas (Sintestal), Superintendência Regional do Trabalho (SRT/AL) e Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL). O Movimento ainda conta com o apoio da Usina Coruripe e Maceió Shopping.

Números

De 2012 até hoje, foram registrados 4,6 milhões de acidentes de trabalho no País, dos quais 16.900 foram fatais. Parte dos casos ocorreu na construção civil, o 5º setor econômico no País com mais ocorrências: 97 mil.

Os dados estão disponíveis no site do Observatório Digital de Saúde e Segurança no Trabalho, plataforma desenvolvida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT). É estimada a ocorrência de um acidente a cada 48s.

De 2012 a 2019, os acidentes de trabalho custaram quase R$ 78 bilhões à Previdência Social, segundo o MPT. Nessa conta, estão gastos com auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, pensão por morte e auxílio-acidente. Considerando apenas as novas concessões, entre 2012 e 2017 foram gastos mais de R$ 26 bilhões.

Segundo dados do Anúario Estatístico de Acidentes de Trabalho da Previdência Social, somente em 2017 foram registrados 549.405 acidentes de trabalho no Brasil. Desses, 64.076 ocorreram no Nordeste e 4.051, em Alagoas.

Desde 2012, foram 14.412 acidentes de trabalho fatais, sendo 1.989 casos de morte acidentária notificados em 2017. O que representa 1 morte em acidente estimada a cada 3h 38m 43s.

 

PRÓXIMAS AÇÕES:

DIA HORA OBRA LOCAL
 

 

25/04

 

 

16H

 

 

STÚDIO DESIGN – DELMAN

Rua Luiz campos Teixeira. nº 1194, Ponta Verde – Próximo à Praça Lions
 

 

26/04

 

 

07H

 

 

RAFFAELLO SANZIO – LARES CONSTRUÇÕES

Rua Álvaro Otacílio 4225, Jatiúca, Próximo ao McDonald’s e ao Hotel Brisa Tower
 

29/04

 

16H

 

GRENACHE – DELMAN

Rua Luiz Lopes Agra. Nº 173, Mangabeiras.  Na rua do INSS.
Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com