domingo, 16 de junho de 2019

Notícias

In:

Gabriel Jesus diz que decepção pela Copa passou, mas admite fase irregular

Deixar a Rússia sem marcar sequer um gol e sendo apontado como um dos jogadores de pior desempenho na seleção brasileira que caiu nas quartas de final da Copa do Mundo foi o pior momento da carreira de Gabriel Jesus. O próprio atacante admitiu o baque pelas dificuldades enfrentadas no ano passado. E ele revelou que o problema afetou o seu desempenho em campo no começo da temporada 2018/2019 pelo Manchester City.

“Foi o momento mais difícil como jogador. Mas superei, trabalhei, conquistei o meu espaço de novo. Me abalou, mas foi só no começo da temporada”, afirmou Gabriel Jesus, em entrevista coletiva concedida na cidade do Porto, onde a seleção brasileira se prepara para enfrentar o Panamá no sábado – na terça-feira seguinte, o adversário será a República Checa, em Praga.

Embora Gabriel Jesus assegure que o abalo emocional já passou, o atacante perdeu espaço no Manchester City, tendo sido titular em 18 dos 38 jogos que disputou – são 17 gols marcados. Um cenário que ele acredita ser provocado muito mais pelo desempenho brilhante do argentino Sergio Agüero, o maior artilheiro da história do clube inglês, do que por problemas seus.

“Hoje, não pesa, mas foi muito difícil para assimilar. Hoje, eu não vivo esse momento por má fase minha, mas pela grande fase do Agüero. No pós-Copa, eu pensava muito, foi difícil”, disse Gabriel Jesus, que deverá ser reserva na seleção no amistoso de sábado contra o Panamá, de acordo com o que indicou Tite no treino desta terça-feira.

Hoje com 21 anos, Gabriel Jesus teve início brilhante de carreira, sendo protagonista do título brasileiro do Palmeiras em 2016, depois se destacando no Manchester City e ainda conquistando a titularidade na seleção. A fase de oscilação na carreira, reconhecida por ele próprio, é encarada pelo jovem com naturalidade.

“Converso muito com a família e meus amigos. Tive um momento bom, surgi, alcancei algumas coisas muito rápido e dei uma parada. É normal. Não tendo que apressar as coisas. Estou buscando a titularidade contra o maior goleador do meu clube”, comentou.

Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com