quarta-feira, 24 de Abril de 2019

Notícias

In:

Eleições para conselheiros escolares movimentam escolas estaduais

Por Assessoria

Cerca de 300 mil pessoas – entre professores, alunos, servidores e pais – movimentam as escolas estaduais até esta quinta-feira (21) com as eleições dos conselheiros escolares para o biênio 2019-2020.

Durante toda a semana, mais de 80% das escolas da rede pública estadual, nas 13 Gerências Regionais de Educação (Geres), elegem os membros dos seus conselhos escolares – órgãos de caráter deliberativo, consultivo, fiscalizador e mobilizador, que auxiliam e acompanham todas as ações referentes à gestão escolar. Compõem os conselhos escolares representantes de quatro segmentos: pais, alunos, professores e funcionários. Estes mesmos grupos serão também os com direito a voto no pleito.

“O Conselho Escolar de qualquer escola deve ser o órgão supremo de discussão, elaboração e definição das políticas de gestão. É ele quem legítima a transparência da gestão e dá o sentimento de pertencimento da escola por parte da comunidade. A escola que trabalha bem com o seu conselho escolar ajuda a trazer para si uma parcela importante da comunidade e dá, pelo exemplo, uma boa formação aos alunos no que diz respeito à construção de valores democráticos, com as ideias submetidas ao crivo da maioria, onde todos são igualmente importantes, tornando o ato de educar uma ação coletiva. Fazer funcionar o conselho escolar é dar liberdade aos que fazem a comunidade escolar para discutir as ações da escola, dividir o controle da gestão  e compartilhar as responsabilidades na construção da qualidade da educação dentro da escola”, frisa o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa.

Representatividade – Nesta última terça-feira (19), foi a vez das escolas da Capital e Litoral Norte (1a , 10a e 13a Geres) escolherem seus conselheiros. Na Escola Estadual de Ensino Integral Afrânio Lages, no Cepa, representantes de todos os segmentos se fizeram presentes.

“Este processo é muito importante, pois estas pessoas estão sendo eleitas para tomar decisões para nossa escola e são pessoas que vivenciam o nosso cotidiano”, declara o professor de Artes da escola,  Petrúcio Trindade.

Conselheira por duas vezes e candidata, Andrea Coutinho destaca a importância do conselho. “O Conselho tem papel fundamental de auxiliar a gestão na tomada de decisões e é este meu papel, estar mais próxima e ajudar”, revela.

Motivados, pais e alunos também concordam com o papel positivo do Conselho. “Importante este processo e a participação dos conselheiros, ajuda muito a escola”, avalia o aluno da 2ª série do ensino médio, Fábio Eduardo. “Acho muito importante a participação de todos neste processo e devemos escolher com mais segurança”, sugere Cinthia Tenório, mãe de Gustavo Natan, participando da eleição pela primeira vez.

O gestor da escola, Adelmo Apolinário, acompanhado da presidente da comissão, Aneilza da Silva Santos, ressalta o papel democrático do órgão. “Sempre procuramos ser o mais democráticos possível, da candidatura, à eleição e gestão. Aqui o conselho é participativo mesmo, o que não conseguimos solucionar entre direção e coordenação contamos com o Conselho, que é a instância maior da escola”, afirma Adelmo.

Cronograma – As eleições já aconteceram nas seguintes Geres:  2ª Gere (São Miguel dos Campos e região) , 4ª Gere (Viçosa e região), 7ª Gere (União dos Palmares e região) e 12ª Gere (Rio Largo e região); 1ª e 13ª  Geres ( Maceió, Marechal Deodoro e Paripueira) e 10ª Gere (Porto Calvo) .

O pleito prossegue nesta quarta-feira (20) no Sertão – 6ª Gere (Santana do Ipanema e região), 8ª Gere (Pão de Açúcar e região) e 11ª Gere (Piranhas e região) e finaliza na quinta-feira (21) no Agreste e Baixo São Francisco: 3ª Gere (Palmeira dos Índios e região), 5ª Gere (Arapiraca e região) e 9a Gere (Penedo e região).

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com