sábado, 23 de Março de 2019

Notícias

In:

Internacional bate o Caxias com um a menos e assume a vice-liderança do Gaúcho

O Internacional não fez uma boa partida e foi vaiado pela torcida – principalmente no segundo tempo -, mas mesmo assim emplacou a terceira vitória seguida no Campeonato Gaúcho, neste domingo, ao bater o Caxias por 2 a 1, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela sétima rodada.

Embalado, o Internacional chegou aos 13 pontos e assumiu a vice-liderança, atrás apenas do Grêmio, que tem 17. Mesmo assim, o clima é de tensão, tanto que o técnico Odair Hellmann bateu boca com torcedores após o gol marcado por Patrick. Já o Caxias estacionou nos 10 pontos e está em quinto lugar.

Apesar de não ter começado bem, o Internacional precisou de apenas 12 minutos para abrir o placar. O atacante William Pottker arriscou um chute rasteiro de fora da área e mandou no cantinho do goleiro Lee. A bola ainda acertou a trave antes de entrar.

O jogo ficou concentrado no meio de campo e o Caxias criou boa chance aos 27. Muriel recebeu de Bruno Alves e na entrada da área mandou por cima do travessão. Na sequência, o mesmo Bruno Alves chutou forte e o goleiro Marcelo Lomba evitou o empate. A resposta do Internacional veio através de cabeçada de Nonato para fora após escanteio cobrado por Edenilson.

Na volta do intervalo, o Internacional quase ampliou em um gol contra. Neilton cruzou e Júnior Alves desviou de cabeça pela linha de fundo – Lee já estava batido no lance. O castigo veio aos 10 minutos. Bruno Alves desceu em velocidade e cruzou para Rafael Gava deixar tudo igual.

Para delírio da torcida, Odair Hellmann chamou o meia argentino D’Alessandro. Quando o camisa 10 se preparava para entrar, aos 17 minutos, Edenilson recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. O treinador teve de desistir da substituição.

Com o Caxias melhor, as primeiras vaias surgiram no Beira-Rio. Aos 24 minutos, Hellmann voltou a chamar D’Alessandro e quem saiu foi Neilton. O clima entre torcida e treinador não era dos melhores e gritos de “burro” foram ouvidos quando ele colocou Patrick no lugar de Nonato. O Internacional foi para o tudo ou nada com Rafael Sóbis na vaga de Pedro Lucas.

Em cobrança de falta, a bola desviou em Patrick e saiu por cima do travessão. Aos 43 minutos, a estrela de Odair Hellmann brilhou. Rafael Sóbis levantou para a área e Patrick desviou de cabeça para o gol, colocando o Internacional novamente na frente. Na comemoração, o treinador discutiu com torcedores atrás do banco de reservas. Era o seu desabafo.

Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com