segunda-feira, 27 de Maio de 2019

Notícias

In:

Fernando Diniz espera um salto de qualidade no Fluminense com a estreia de Ganso

Está chegando a hora. Contratação mais importante do Fluminense para a temporada de 2019, o meia Paulo Henrique Ganso fará a sua estreia nesta sexta-feira contra o Bangu, às 21 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela primeira rodada da Taça Rio – o segundo turno do Campeonato Carioca. O técnico Fernando Diniz só vê coisas boas com a entrada do jogador que estava emprestado pelo Sevilla, dono de seus direitos econômicos, ao Amiens (França).

“Com a entrada do Ganso é claro que ganharemos um toque mais refinado e esperamos que a equipe dê um salto de qualidade. Ele já está agregando. A vinda dele já mobilizou a torcida, internamente o ambiente ficou mais positivo. Quanto ao porcentual de tempo que ele vai levar para render o máximo, não consigo precisar. Mas ele tem conseguido fazer bons treinos”, disse o treinador, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva após a última atividade antes de encarar o Bangu.

“É um jogador (Ganso) muito inteligente. Minha expectativa é muito boa. Pelo que tenho visto nos treinos e pelo feedback que estão nos passando, a tendência é que ele consiga rapidamente jogar muito bem”, ressaltou Fernando Diniz.

Nesta sexta-feira, Ganso jogará no lugar de Luciano, que foi expulso na final da Taça Guanabara contra o Vasco, no último domingo. O técnico garante que o atacante voltará ao time titular após cumprir a suspensão. “Não vamos mexer com a mobilidade do Luciano. Isso tem sido um dos pontos fortes do time e dele também. Daqui a pouco estarão Luciano e Ganso juntos. Um mais na frente, outro mais atrás. Mas não vou mexer no posicionamento do Luciano no campo”, comentou.

Mas não foi só de coisas boas que Fernando Diniz falou na entrevista coletiva. O treinador foi perguntado sobre a paralisação dos jogadores em razão de salários atrasados na última terça-feira e respondeu dizendo que o episódio foi contornado de forma positiva.

“Foi uma manifestação legítima. Foi mais uma falta de comunicação do que qualquer outro tipo de coisa. Os jogadores estão bem, internamente o ambiente está muito saudável. Quando acontece um evento desse tipo, a gente sai maior ou sai menor. A equipe saiu maior disso tudo, mais unida, sabendo melhor o que quer”, afirmou.

Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com