sábado, 21 de setembro de 2019

Notícias

In:

Rússia diz que é prematuro considerar troca de Paul Whelan por Maria Butina

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabko, rejeitou neste sábado a possibilidade de que um norte-americano detido em Moscou por suspeita de espionagem poderia ser trocado por uma cidadã russa. Paul Whelan, ex-fuzileiro naval dos EUA, que também tem cidadania canadense, britânica e irlandesa, foi detido em Moscou no fim de dezembro. A sua prisão levou à especulação de que a Rússia poderia estar usando-o para negociar a liberação da russa Maria Butina, que se declarou culpada de atuar como agente estrangeira nos Estados Unidos.

Mas Ryabkov disse que discutir uma possível troca envolvendo Whelan e Butina seria prematuro porque Whelan não foi formalmente acusado, de acordo com agências de notícias russas. “Quanto à possibilidade de trocas de um tipo ou outro, é impossível e incorreto considerar a questão agora, quando uma acusação oficial nem mesmo foi apresentada”, disse Ryabkov, segundo a agência de notícias estatal RIA-Novosti. “Acusações serão apresentadas em um futuro próximo”, disse ele, de acordo com a agência Interfax. Algumas reportagens russas citaram fontes dizendo que Whelan foi indiciado por acusações de espionagem que acarretam uma possível sentença de 20 anos.

Também neste sábado, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que está buscando informações sobre um russo preso em 29 de dezembro em Saipan, nas Ilhas Marianas do Norte, comunidade dos Estados Unidos no Pacífico.

O cidadão russo foi preso no território e enviado para o Estado norte-americano da Flórida para enfrentar acusações de tentativa de exportação de armas ilegalmente e lavagem de dinheiro. Registros federais confirmam a prisão de Makarenko. Ele era procurado na Flórida sob suspeita de conspiração para exportar artigos de defesa sem licença, tentativa de exportação de artigos de defesa sem licença e lavagem de dinheiro. O paradeiro de Makarenko, de 72 anos, não estava claro, mas um juiz de Saipan assinou ordem em 31 de dezembro para levá-lo para a Flórida. Fonte: Associated Press.

Autor: AE
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com