domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias

In:

Hospital Universitário é destaque nas ações de assistência humanizada

Por Assessoria

A concretização de ações que viabilizam assegurar um ambiente acolhedor no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Hupaa) garantiu destaque à instituição. É que o HU cumpriu 97% da meta na implementação das diretrizes de humanização propostas pelo Ministério da Saúde e pela rede Ebserh, empresa pública que gerencia 40 hospitais universitários brasileiros.

A presidente da Comissão de Humanização do Hupaa, a assistente social Maria Helena de Araújo, ressalta que o resultado se deve ao envolvimento da equipe com a proposta e também pela agregação de profissionais de diversas áreas, o que viabiliza uma assistência multiprofissional. “Nós tivemos um ganho com a criação da residência multiprofissional, pois colabora para o processo de humanização no HU, possibilitando ‘enxergar’ o ser humano como um todo. Segundo Maria Helena de Araújo, a humanização torna o sistema de saúde mais barato e impacta no processo do cuidado.

O hospital enfatiza a importância de vínculos afetivos entre profissionais e pacientes, proporcionando um atendimento individualizado. De acordo com a presidente da comissão, pacientes precisam ser atendidos de forma integral, com acolhimento. “É uma medicina voltada para a pessoa e não para a doença”, frisa. Ela ainda declara que o modelo de assistência humanizada prioriza a escuta qualificada e não as tecnologias. Ela contesta as críticas que são feitas ao processo de humanização. “ Alguns dizem que é fazer festa. Não é só isso. É apresentar uma assistência alternativa, respeitar o cidadão, compreendendo a vulnerabilidade do ser”, destaca.

A superintendente do HU, Regina dos Santos, diz que o processo de humanização faz parte do acordo ético que o Hospital fez com os profissionais, usuários e com o Conselho Nacional de Saúde. “As pessoas vêm aqui [HU] porque elas precisam, então precisamos estar preparados para atendê-los”, frisa. Vanessa Ferry, psicóloga e coordenadora adjunta da Brinquedoteca, espaço humanizado para atender crianças que são assistidas no HU, comemora o resultado. “Estamos felizes por esse reconhecimento. Isso é motivo de grande felicidade”, finaliza.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com