domingo, 17 de Fevereiro de 2019

Notícias

In:

Demanda aérea doméstica aumenta 4,1% em dezembro e 4,4% em 2018

A demanda por voos domésticos (medida em passageiros-quilômetro pagos transportados, ou RPK) aumentou 4,1% no último mês de 2018 em relação ao verificado um ano antes, segundo informações divulgadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com isso, o indicador fechou 2018 com alta de 4,4% na comparação com 2017.

Já a oferta doméstica de assentos (assentos-quilômetros ofertados, ou ASK) avançou 2,7% em dezembro ante igual período do ano anterior – acumulando, assim, crescimento de 4,6% frente ao observado entre janeiro e dezembro de 2017.

A taxa de aproveitamento de voos domésticos atingiu 84,3% no último mês (contra 83,2% registrados um ano antes) e, em 2018, ficou em 81,3% (-0,2 ponto porcentual ante 2017).

Em quantidade de clientes, foram 8,59 milhões de passageiros transportados em rotas internas em dezembro, 3,2% acima do registrado em igual mês de 2017. No ano como um todo, as aéreas brasileiras transportaram, juntas, 93,6 milhões de passageiros (+3,3% ante 2017), o melhor resultado nos últimos três anos.

Na abertura por empresas, a Avianca Brasil foi a única a mostrar contração da demanda por voos domésticos em dezembro (-0,8% no comparativo anual), enquanto Azul, Gol e Latam apresentaram crescimentos (12,4%, 4% e 1,8%, respectivamente).

No consolidado de 2018, a Gol foi a líder em voos internos, com 35,7% de market share. Em seguida, veio a Latam, com 31,9%. Segundo a Anac, as participações de mercado de ambas as aéreas caíram ante 2017 (-1,2% para Gol e -2,1% para Latam). Já a Azul, com 18,6% de participação, e a Avianca, com 13,4%, aumentaram sua fatia em relação ao ano passado (+4,4% e +3,4%, respectivamente).

Internacional

No mercado internacional, a demanda das empresas brasileiras subiu 21,6% em dezembro de 2018 ante igual mês de 2017, enquanto a oferta cresceu 21,1%. Com isso, no acumulado do ano, a demanda avançou 16,6% e a oferta, 19,8% – atingindo o maior nível da série histórica, iniciada em 2000.

Por sua vez, a taxa de aproveitamento dos voos internacionais alcançou 83,3% em dezembro (+0,4% no comparativo anual) e 82,5% no acumulado do ano (-2,7%).

No último mês, foram transportados 875 mil passageiros pagos em voos internacionais, um recorde histórico. De janeiro a dezembro, a quantidade de passageiros atingiu 9,35 milhões, alta anual de 11,9%.

Entre as empresas, todas fecharam dezembro e o acumulado do ano com aumentos de demanda e oferta no mercado internacional. No consolidado de 2018, a Latam seguiu na liderança, com 68,5% de market share, seguida por Azul (14,6%), Gol (9,6%) e Avianca (7,3%).

Autor: Letícia Fucuchima
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com