quinta-feira, 24 de Janeiro de 2019

Notícias

In:

Um novo modelo

Por Arnaldo Niskier

Está em curso, na Barra da Tijuca, uma experiência pedagógica de primeira ordem, inspirada pela presidência da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Trata-se da Escola Sesc de Ensino Médio (ESEM), hoje sem dúvida, um sucesso sem precedentes. Funciona em instalações próprias desde 2008 e conta com mais de 500 alunos provenientes dos mais variados estados brasileiros.

Tive o privilégio de acompanhar esse projeto desde o nascedouro, fazendo algumas visitas essenciais, como à Escola Suffield, em New England (USA), e a todo o sistema de ensino médio de Cuba. Com esses conhecimentos, pudemos montar um sistema original que servisse somente ao Brasil, com a particularidade de adotar tempo integral, como era conveniente.

Toda a estrutura educacional da ESEM está distribuída em seu campus de mais 130 mil metros quadrados, com laboratórios, biblioteca, espaço cultural, ateliês de arte, complexo esportivo e restaurante. As vilas residenciais funcionam em quatro prédios, nos quais os quartos são ocupados por três estudantes, lembrando que cada pavilhão conta com a supervisão de um professor residente. Aliás, também há uma vila de sete blocos de apartamentos destinada a professores.

As salas de aula abrigam turmas com apenas quinze alunos, o que permite uma atenção personalizada da parte dos professores. São jovens vindos de todo o Brasil, o que pode evidenciar para o corpo docente as diversas formas de expressão da educação brasileira, fazendo com que as necessidades dos alunos sejam plenamente atendidas. É preciso ressaltar um fato que enobrece ainda mais essa escola que é um modelo de cidadania: mais de 50% dos selecionados são de famílias com renda de um a três salários mínimos.

 A opção pelo regime de internato foi bem idealizada, pois os alunos têm a total colaboração de tutores e outros profissionais, garantindo um desenvolvimento humano integral através da troca de experiências e possibilitando a construção de valores que dignificam a pessoa como um cidadão de bem e ciente de suas responsabilidades para com a comunidade. O currículo é rico e cria alternativas de participação em oficinas, cursos de qualificação profissional e viagens de caráter pedagógico. Também é possível concorrer a intercâmbio nos Estados Unidos. Ao concluir o ensino médio, o jovem não estará apenas formado, mas “transformado”, ou seja: totalmente pronto para ser um vencedor em todos os projetos que o mundo apresentar para ele.

Em dez anos de existência, a ESEM já marcou o seu nome no mercado pelo alto grau de excelência do seu projeto educacional, com ótimo desempenho em todos os indicadores que medem a eficiência das unidades de ensino, destacando-se como uma escola de Primeiro Mundo. E já existem histórias de ex-alunos que hoje estão se notabilizando em grandes universidades brasileiras, após passar os três anos do ensino médio nesse grande empreendimento educacional do país.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com