sábado, 24 de agosto de 2019

Notícias

In:

May diz que mudança na liderança do Reino Unido prejudicaria Brexit

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse em breve pronunciamento que vai contestar com “tudo o que puder” o voto de não confiança contra ela que foi convocado para esta quarta-feira por dissidentes de seu Partido Conservador no Parlamento britânico.

A decisão de contestar a liderança de May veio depois que a premiê adiou por tempo indeterminado uma votação parlamentar sobre o acordo de Brexit que seu governo fechou com autoridades da União Europeia. A votação estava marcada para terça-feira (11) e a expectativa era de que o acordo fosse rejeitado por ampla margem.

Segundo May, ela está preparada para terminar seu trabalho e uma mudança na liderança neste momento prejudicaria o Brexit, como é conhecido o processo para a retirada do Reino Unido da União Europeia. Para a premiê, a mudança só interessaria a Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista.

May disse ainda que fez progressos em conversas que teve ontem com autoridades europeias na Bélgica, na Alemanha e na Holanda e que acredita na possibilidade de chegar a um acordo com a UE.

A Casa dos Comuns (equivalente à Câmara dos Deputados brasileira) do Parlamento britânico deverá votar a contestação à liderança de May entre 16h e 18h (de Brasília) e espera-se que um anúncio do resultado seja feito logo em seguida.

Autor: Sergio Caldas
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com