quinta-feira, 25 de Abril de 2019

Notícias

In:

I Encontro de Engenharia Elétrica: prática e teoria são trazidas para o público

Por Monique de Sá

De assuntos técnicos envolvendo a área de Engenharia Elétrica a reflexões sobre a presença da mulher neste mundo. O I Encontro de Engenharia Elétrica, realizado nesta segunda-feira, 10, marca o primeiro ano do curso no campus Palmeira dos Índios, como um evento que pretende se fixar no calendário acadêmico do Instituto. Promovido pelo grupo de docentes da unidade de ensino, o Encontro teve como foco integrar pesquisadores, alunos e profissionais da área

A programação diversificada com as variadas subáreas da Engenharia tratou de temas técnicos e também assuntos da atualidade, a exemplo da 4ª Revolução Industrial e Internet das Coisas, sempre aliando teoria à prática.

O evento trouxe a oportunidade para estudantes de graduação e também dos cursos técnicos se atualizarem, através da indicação de palestrantes do diretor-presidente da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), Macário Netto, em áreas de interesse como: novas tecnologias, energias renováveis, além de áreas de automação”, ressalta o professor e um dos idealizadores do Encontro, Gregory de Almeida.

Uma dessas convidadas foi a diretora da Associação dos Profissionais de Eletroeletrônica de Alagoas (Aprel), Ana Constantina Sarmento. Ao tratar da participação das mulheres na política da Engenharia e a importância do Associativismo de classe, ela afirma que os números são baixos quando falamos da representação feminina nas associações profissionais.

Minha missão em eventos como esse, de âmbito acadêmico, é chamar essas mulheres para as associações. É importante que possamos entender que a sociedade acontece pelo indivíduo, então deve partir deste público a entrada delas em instâncias de decisão e de regulamentação da profissão”, alerta Ana.

Diretamente de Recife-PE, o engenheiro eletricista e empresário, Genildo Gonçalves, lembrou a rápida transformação a qual a sociedade vivencia devido à revolução tecnológica. “Hoje temos a transformação do digital mudando o comportamento da sociedade em uma rápida transformação potencial das indústrias, ao utilizar inovações tecnológicas”, diz.

O ciclo de palestras ainda ficou por conta de Rafael Freire, que tratou de “Aplicações Computacionais em Sistemas de Distribuição de Energia”; João Macário, que trouxe para o público: “O Papel do Engenheiro Eletricista no Gerenciamento de Obras de Instalações em Geral”; e Ricardo Sampaio, com a palestra: “Sistema Elétrico de Potência (SEP): Equipamentos, proteções e ações simuladas”.

Escolha da logomarca

A oportunidade também foi para o público conhecer os vencedores do concurso para a logomarca do curso de Engenharia Elétrica. Os vencedores foram os alunos do campus: Henrique Mateus Lima, Hildo Valdeir, Ítalo Cavalcante, Leonardo José Melo e Luiz Felipe Albuquerque. Sobre o processo de criação da arte, o aluno do 1º período de Engenharia Elétrica, Henrique Lima, explica que:

Inserimos elementos que remetessem ao estado de Alagoas, como a bandeira (com peixes e o mar). Para representar a Engenharia, utilizamos a engrenagem e curso de Elétrica, os raios (eletricidade)”, conta o estudante, que revela que a arte foi criada em questão de minutos. 

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com