segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Notícias

In:

Zverev supera Djokovic, fatura o ATP Finals e repete feito de Becker após 23 anos

Aos olhos de David Beckham e dos ex-tenistas Ivan Lendl e Gustavo Kuerten, este último sentado na primeira fila na O2 Arena, em Londres, onde foi homenageado com o seu nome batizando um dos grupos da primeira fase da competição, o alemão Alexander Zverev venceu o sérvio Novak Djokovic por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3, neste domingo, e faturou pela primeira vez o título do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada.

Atual quinto colocado do ranking mundial, o tenista de apenas 21 anos surpreendeu o número 1 do mundo com uma grande atuação e liquidou o duelo em apenas 1h20min. Com isso, também fez história ao se tornar o primeiro alemão a ganhar o evento que fecha a temporada do tênis masculino desde 1995, quando Boris Becker ficou com a taça.

Zverev ainda se tornou o terceiro tenista da Alemanha a conquistar o ATP Finals, antes chamado de Masters Cup – o outro foi Michael Stich, em 1993, depois de Becker vencer a competição em outras duas ocasiões, em 1988 e 1992.

Djokovic, por sua vez, lutava para faturar o importante torneio pela sexta vez, depois de ficar com a taça de campeão em 2008, 2012, 2013, 2014 e 2015. Como consolo, ele teve o fato de que terminará a temporada como líder do ranking mundial após emplacar uma grande arrancada na segunda metade do ano.

Sólido em quadra na final deste domingo, Zverev confirmou todos os seus saques no primeiro set, no qual aproveitou o único break point cedido pelo sérvio na parcial para fazer 5/4 e depois servir para abrir a vantagem inicial de 6/4.

Já no segundo set, o alemão iniciou quebrando o saque de Djokovic por mais uma vez, mas o tenista de Belgrado devolveu a quebra em seguida. Na sequência, entretanto, o jovem voltou a converter um break point para fazer 2 a 1 e manter o favorito pressionado.

E Djokovic acabou sucumbindo no nono game do segundo set quando sacava para se manter vivo no jogo. Zverev abriu 40/15 e teve duas chances de liquidar o duelo. E, na segunda delas, aplicou uma linda passada para fechar o confronto.

Precoce, Zverev também se tornou neste domingo o mais jovem campeão do ATP Finals desde quando o próprio Djokovic o venceu pela primeira vez, em 2008, então com os mesmos 21 anos atuais do alemão. O mais jovem a ganhar esta competição continua sendo o norte-americano John McEnroe, que faturou o torneio em 1978 com apenas 19 anos.

Hoje com 31 anos, Djokovic também fracassou na tentativa de igualar o recorde do suíço Roger Federer, maior vencedor da história do ATP Finals, com seis títulos. Neste domingo, ele sofreu a sua segunda derrota para Zverev em três duelos entre os dois no circuito profissional, no qual anteriormente havia sido superado pelo alemão na decisão do Masters 1000 de Roma de 2017, em quadra de saibro, antes de dar o troco no rival na semifinal do Masters de Xangai deste ano.

No fim, Zverev ainda teve a honra de receber a taça que foi levada até o centro da quadra por Gustavo Kuerten, brasileiro que foi número 1 do mundo e conquistou este importante torneio em 2000, na cidade de Lisboa, em Portugal.

Autor: Rafael Franco
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com