sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Notícias

In:

Grêmio supera a Chapecoense e também já assegura uma vaga na Copa Libertadores

Por Assessoria

Tranquilo, o Grêmio venceu a Chapecoense por 2 a 0 neste domingo à noite e garantiu de forma antecipada a vaga no G6 do Campeonato Brasileiro e, consequentemente, está confirmado na Copa Libertadores de 2019. Cícero e Everton marcaram os gols na Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS), pela 35.ª rodada. O time de Renato Gaúcho ainda luta para se manter entre os quatro primeiros e assegurar a classificação direta para a fase de grupos.

Como o São Paulo também venceu o Cruzeiro por 1 a 0, no Morumbi, e também garantiu vaga na Libertadores de 2019, o Grêmio segue perseguido de perto pelo adversário, ambos com 62 pontos, mas com a vantagem dos gaúchos no número de vitórias: 17, contra 16. Do outro lado da classificação, a Chapecoense segue na zona de rebaixamento, com apenas 37 pontos, em 18º, e cada vez mais ameaçada pela degola.

O Grêmio teve uma postura muito ofensiva no primeiro tempo. Com apenas oito minutos, Jean Pyerre calibrou o pé e mandou um linda cobrança de falta para o gol, mas Jandrei apareceu bem para encaixar a sua defesa. Depois, com 18, foi a vez de Everton receber fora da grande área e arriscar um chute forte, para uma nova intervenção do goleiro da Chapecoense. Por fim, com 21, Alisson cobrou uma falta apimentada e André testou com força, por cima da meta.

A pressão do Grêmio deu resultado aos 24 minutos, quando o time finalmente rompeu a marcação catarinense. Em cobrança de escanteio pela direita, Alisson mandou quase na linha da pequena área, onde estava Cícero, que subiu mais do que a marcação e jogou para o fundo das redes. Na sequência, com 25, Jean Pyerre quase marcou um golaço ao bater colocado, no cantinho de Jandrei, mas o árbitro marcou impedimento e anulou o segundo gol.

Revelado nas categorias de base, o meia de apenas 20 anos era um dos jogadores que mais buscava jogo no time do Grêmio. Camisa 31, Jean Pyerre dava trabalho para a marcação e poderia ter deixado a sua marca aos 31 minutos, quando dominou, driblou Elicarlos e bateu com categoria, mas a bola saiu pela linha de fundo. Na única resposta da Chapecoense, aos 45, Doffo arriscou um chute rasteiro e Paulo Victor acompanhou a bola para fora.

Para o segundo tempo o Grêmio voltou com a mesma postura ofensiva, mantendo o jogo no campo de ataque, mas não conseguia converter a superioridade em oportunidades de matar o jogo. Do outro lado, a Chapecoense dava sinais de que poderia levar perigo, buscando o contra-ataque, mas com muita dificuldade para se organizar. Com 15 minutos, Wellington Paulista conseguiu encontrar espaço e arriscou o chute, mas Paulo Victor espalmou.

Só que o Grêmio ainda tinha o controle do jogo e precisou de um vacilo da marcação para marcar o segundo gol em Porto Alegre. Jael acertou um lindíssimo passe para Everton, que saiu nas costas do zagueiro e ficou frente a frente com Jandrei. O atacante deu apenas um toque na bola e encobriu o goleiro, morrendo no fundo das redes. No finalzinho, aos 38, Bruno Silva arriscou um chute de longe e mandou a bola na trave de Paulo Victor.

O Grêmio tem um grande jogo com o Flamengo na quarta-feira, às 21h45, no Maracanã. É um duelo direto pelas primeiras posições. Nos dois últimos jogos pega o Vitória em Salvador e o Corinthians em Porto Alegre. A Chapecoense tem três jogos complicados na reta final do Campeonato Brasileiro. Na próxima quinta-feira, às 21 horas, tem confronto direto com o Sport na Arena Condá. Depois pega o Corinthians fora de casa e fecha a temporada contra o São Paulo novamente em Chapecó.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 2 X 0 CHAPECOENSE

GRÊMIO – Paulo Victor; Léo Moura, Pedro Geromel, Marcelo Oliveira e Bruno Cortez; Michel, Cícero, Alisson, Jean Pyerre (Douglas) e Everton (Marinho); André (Jael). Técnico: Renato Gaúcho.

CHAPECOENSE – Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos (Bruno Silva) e Canteros (Barreto); Doffo (Capixaba), Leandro Pereira e Wellington Paulista. Técnico: Claudinei Oliveira.

GOLS – Cícero, aos 23 minutos do primeiro tempo; Everton, aos 29 do segundo.

ÁRBITRO – Leandro Bizzio Marinho (SP).

CARTÕES AMARELOS – Marcelo Oliveira e André (Grêmio); Bruno Pacheco e Canteros (Chapecoense).

RENDA – R$ 394.042,00.

PÚBLICO – 13.266 pagantes (14.982 total).

LOCAL – Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com