terça-feira, 13 de novembro de 2018

Notícias

In:

Em BH, Cruzeiro joga completo e faz 3 a 0 na Chapecoense no jogo das faixas

Após faturar o título da Copa do Brasil contra o Corinthians na última quarta-feira, o Cruzeiro deu mais motivos para a torcida comemorar. Neste domingo, venceu a Chapecoense por 3 a 0, no estádio Independência, em Belo Horizonte, em jogo válido pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e encerrou uma sequência de duas derrotas. O técnico Mano Menezes mandou a campo o seu time principal.

Como o título foi conquistado em São Paulo, a taça de campeão foi levantada mais uma vez, agora diante da torcida antes do início do duelo. Com o resultado, o time cruzeirense chega aos 40 pontos e fica com a 10.ª colocação, agora a seis pontos do rival Atlético-MG, primeiro time dentro da zona de classificação à Copa Libertadores.

A questão é que o time mineiro não precisa se preocupar tanto com essa briga, já que a conquista da Copa do Brasil garantiu uma vaga para o torneio continental de 2019. A Chapecoense, por sua vez, segue em crise e tem muitas preocupações. A derrota deixa a equipe catarinense dentro da zona de rebaixamento com 31 pontos, em 18.º lugar. Parece que não adiantou a estreia do técnico Claudinei Oliveira no lugar de Guto Ferreira.

O primeiro tempo foi de domínio cruzeirense. Logo nos primeiros minutos, o time mineiro pressionou bastante, criou boas chances de gol e assustou o adversário. Depois de algumas tentativas, a bola foi parar na rede aos 21 minutos, quando Thiago Neves recebeu passe letra de Ariel Cabral e soltou uma bomba de fora da área.

A Chapecoense ficou abatida depois do gol sofrido e não deu muitos sinais de reação. Dessa maneira, não demorou para que saísse o segundo gol cruzeirense. Aos 29 minutos, Jandrei rebateu chute de Barcos e Arrascaeta apareceu na sobra para marcar de cabeça.

O time visitante teve grande chance de diminuir aos 40 minutos. No lance, Leandro Pereira cabeceou muito bem, mas esbarrou em um defesa incrível de Fábio. Três minutos depois, o Cruzeiro ampliou o placar com um cabeceio de Dedé após cobrança de escanteio de Arrascaeta.

No segundo tempo, o Cruzeiro relaxou um pouco e deu mais espaço para a Chapecoense, que conseguiu criar boas chances. Foram poucas as vezes que os cruzeirenses voltaram a oferecer perigo, enquanto que o time catarinense seguia insistindo e desperdiçando boas oportunidades de iniciar uma reação. Por fim, toda a vontade e entrega não foi o suficiente para sequer um gol.

O Cruzeiro vai fazer dois jogos nesta próxima semana, ambos em Belo Horizonte. Nesta quarta-feira vai enfrentar o Ceará, em jogo adiado da 28.ª rodada, e no sábado recebe o Paraná, às 21 horas. No final de semana, a Chapecoense tem compromisso contra o América-MG, no sábado, às 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 x 0 CHAPECOENSE

CRUZEIRO – Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Ariel Cabral (Lucas Silva), Henrique, Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta (Rafinha); Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

CHAPECOENSE – Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Barretos (Yann Rolim), Canteros, Diego Torres (Bruno Silva) e Dolfo (Vinícius); Leandro Pereira. Técnico: Claudinei Oliveira.

GOLS – Thiago Neves, aos 21, Arrascaeta, aos 29, e Dedé, aos 43 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Edilson e Dedé (Crueiro); Canteros (Chapecoense).

ÁRBITRO – Raphael Claus (Fifa/SP).

RENDA – R$ 163.169,00.

PÚBLICO – 12.666 pagantes.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com