sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Notícias

In:

Techs voltam a pesar e bolsas de NY fecham sem direção única

Os mercados acionários americanos encerraram mais um pregão sem direção única em um dia de novas fraquezas enfrentadas pelo setor de tecnologia em meio a preocupações sobre a regulamentação e o comércio global que continuam pairando sobre o setor de melhor desempenho das bolsas nova-iorquinas.

O índice Dow Jones fechou nesta quinta-feira, 6, em alta de 0,08%, aos 25.995,87 pontos; o S&P 500 caiu 0,37%, aos 2.878,05 pontos, e o Nasdaq chegou ao fim da sessão em baixa de 0,91%, aos 7.922,73 pontos.

Um dia depois de as ações de mídias sociais gerarem fortes perdas nas techs como um todo, os papéis de semicondutores foram os mais fracos. As ações da Micron despencaram 9,87% depois que os analistas da Baird reduziram o preço-alvo, puxando para baixo a Nvidia (-2,05%) e a Intel (-0,96%). Os investidores pesaram comentários mistos relacionados a essa indústria repercutindo comentários de executivos em uma conferência de tecnologia do Citigroup.

A evolução das tensões comerciais levou as fabricantes de chips a recuarem ao longo do ano devido à dependência do comércio global, particularmente da China. Enquanto as ações se recuperaram no mês passado, alguns analistas esperam que as oscilações continuem à medida que as discussões sobre o comércio global avançam.

De forma mais ampla, alguns investidores preveem que a volatilidade que atingiu as ações em todo o mundo se espalhará para os EUA caso as disputas comerciais com a China se intensifiquem. “A possibilidade de termos tarifas adicionais sobre produtos chineses não parece particularmente precificada nos mercados americanos”, disse o sócio-gerente e diretor de investimentos da Agilis Investment Management, Clark Fenton. Os agentes do mercado aguardam uma decisão do governo Trump sobre a implementação de tarifas sobre mais US$ 200 bilhões em produtos chineses.

Os declínios nas ações de mídias sociais também continuaram nesta quinta-feira, depois que executivos do Facebook e do Twitter prestaram depoimento no Congresso na quarta-feira sobre a interferência russa na eleição presidencial americana em suas plataformas. O Twitter caiu 5,87%, o Facebook perdeu 2,78% e o Google teve baixa de 1,26%.

Apesar da recente volatilidade, alguns analistas esperam um crescimento consistente de receita para manter as ações de tecnologia como líderes do mercado. Os movimentos na maioria dos outros setores foram silenciados, com investidores à espera do relatório de empregos (payroll) dos EUA, a ser divulgado nesta sexta-feira. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Autor: Victor Rezende
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com