segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Notícias

In:

Por gramado ruim, Maracanã ficará quase um mês sem receber jogos

A Concessionária Maracanã, que administra o principal estádio do Rio, informou, nesta segunda-feira, que a arena deixará de receber jogos por quase um mês a partir de quinta-feira. O motivo são os frequentes problemas com o gramado, que vem sendo motivo de reclamação de técnicos e jogadores.

Na quarta-feira, o Maracanã será o palco da partida de ida das semifinais da Copa do Brasil entre Flamengo e Corinthians. Depois, só voltará a receber jogos regularmente a partir de 9 de outubro. Uma exceção foi aberta para o jogo entre o rubro-negro carioca e o Atlético-MG, que se enfrentarão pelo Campeonato Brasileiro no próximo dia 23. O motivo é que os ingressos para essa partida já estavam sendo vendidos.

“O Maracanã informa que atendeu a um pedido da Greenleaf, empresa responsável pela manutenção do gramado, e a realização de jogos no estádio será interrompida entre os dias 13 de setembro e 9 de outubro. O Flamengo, Fluminense e Vasco já foram notificados sobre a decisão. Para honrar o compromisso com os torcedores e os clubes, a partida entre Flamengo e Atlético-MG, programada para o dia 23 de setembro, será mantida, uma vez que a venda de ingressos já foi iniciada”, informa a Concessionária Maracanã.

Segundo a concessionária que administra o estádio, o pedido de interrupção de jogos partiu da Greenleaf, empresa responsável pela manutenção do gramado. A alegação é de que as péssimas condições do campo são resultado do acúmulo de jogos – ao todo, o Maracanã recebeu 13 partidas em 36 dias.

“O excesso de jogos causou alta compactação do solo, disfunção do nivelamento e uma baixa densidade de folhas. A intervenção tem como objetivo acelerar a recuperação do gramado a fim de assegurar que o Maracanã ofereça condições adequadas para a realização de jogos até o fim do ano”, diz nota emitida pelo consórcio. “O Maracanã reforça também que a temperatura amena dessa época do ano prejudicou o crescimento da grama de inverno, sobrecarregando a grama de verão.”

A Concessionária Maracanã também culpou as temperaturas amenas desse período do ano pelas condições ruins do gramado do estádio. “O excesso de jogos causou alta compactação do solo, disfunção do nivelamento e uma baixa densidade de folhas. A intervenção tem como objetivo acelerar recuperação do gramado a fim de assegurar que o Maracanã ofereça condições adequadas para a realização de jogos até o fim do ano. Entre as atividades que serão realizadas neste período estão a descompactação, aeração, topdresser, correção do micronivelamento e fertilização foliar. O Maracanã reforça também que a temperatura amena dessa época do ano prejudicou o crescimento da grama de inverno, sobrecarregando a grama de verão”, afirma.

Recentemente, parte do gramado foi trocado. Em outubro, uma nova mudança deverá ocorrer em 1/3 do campo. No último domingo, jogadores e comissão técnica de Fluminense e Botafogo, que fizeram um clássico no estádio, reclamaram das condições do campo – era possível ver muita areia quando jogadores realizavam divididas.

Autor: Marcio Dolzan
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com