quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Notícias

In:

No horário eleitoral da TV à noite, Alckmin aborda saúde pública

O horário eleitoral gratuito na TV da noite deste sábado, 1º, praticamente não trouxe alterações nos programas dos presidenciáveis, na comparação com o material exibido no início da tarde. O programa Geraldo Alckmin (PSDB) manteve o ataque velado ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro, com a mensagem de que os problemas não se resolvem na bala e de que não se pode votar com raiva.

No entanto, a segunda parte do programa do tucano – que apresentou à tarde Alckmin como Geraldo, médico e ex-governador de São Paulo, foi substituída pela história de uma adolescente diagnosticada com leucemia, moradora de uma comunidade no norte do Pará, que precisou viajar 3 mil km para se tratar em São Paulo. A peça mostra Alckmin criticando a situação da saúde pública no Brasil e visitando Verônica no local onde ela se trata em São Paulo. “O que os últimos governos fizeram com a saúde pública no Brasil é inaceitável”, diz o presidenciável.

Os demais candidatos repetiram os programas da tarde, inclusive o PT, que manteve o protesto contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de barrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mostrou críticas de partidários à prisão do petista. Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP). Ele está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR), desde 7 de abril.

Autor: Eulina Oliveira
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com